Destaques, RN

Com salários atrasados, servidores já consideram paralisação no RN

As associações dos militares e sindicatos dos servidores do RN, após reunião com equipe do Governo do Estado, anunciaram a possibilidade de uma paralisação geral unificada para o dia 10 de novembro, caso os atrasos salariais continuem. A secretária Chefe de Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha, após solicitação do Fórum dos Servidores, se comprometeu em agendar uma audiência com o governador Robinson Faria.

A reunião ocorreu em meio à mobilização dos militares e servidores que ocuparam a frente da Governadoria, durante terça-feira. Os praças policiais e bombeiros fizeram grande caminhada até o Centro Administrativo do RN, onde lá se juntaram às centenas de outros praças e oficiais, e somaram-se às demais categorias do serviço público. Unidos, realizaram a maior mobilização de servidores deste ano, com quase duas mil participações ao todo. O ato pleiteava a normalização dos pagamentos dos salários.

Na discussão, o Governo, por meio do secretário do Planejamento e das Finanças (Seplan), Gustavo Nogueira, relatou que está trabalhando para regularizar a situação por meio de outras alternativas, como o empréstimo. No entanto, foi enfático ao dizer que o empréstimo não traz esperança de salários em dia, considerando que o valor a ser utilizado não ultrapassaria os R$ 200 milhões – muito aquém de uma folha mensal de pagamento, que é de R$ 219 milhões.

servidores do rio grande do norte

Foto: Daísa Alves

“Queremos que o Governo nos apresente uma solução prática para colocar os salários em dia. Alguns servidores estão há sessenta dias sem remuneração. É uma questão de sobrevivência, de direito trabalhista, e que precisa ser regularizada”, pontua o subtenente Eliabe Marques, presidente da Associação dos Militares do RN.

Demandas dos militares

Os representantes das associações dos militares estaduais reuniram-se com o Comandante Geral da PMRN, coronel Osmar de Oliveira, e a secretária de Segurança Pública e da Defesa Social, Sheila Freitas, para tratar das mensagens e dos decretos que alteram a Lei de Promoção de Praças (LPP). O Comandante reconheceu o pleito levado sobre o Teste de Aptidão Física para o Curso de Formação de Sargentos e divergência em relação à LPP. Sobre este assunto, ficou agendada uma reunião para esta a sexta-feira (27) com as associações.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.