Mundo

Com fila de corpos, Milão fecha crematório até janeiro

A Prefeitura de Milão ordenou nesta sexta-feira (18) o fechamento do principal crematório da cidade até 3 de janeiro devido ao excesso de corpos que ainda aguardam incineração.

Segundo comunicado da Prefeitura, o tempo de espera no crematório de Lambrate pode chegar a 20 dias. “A segunda onda pandêmica determinou um incremento da mortalidade em Milão”, diz a nota.

No início de novembro, a Prefeitura já havia tornado as cremações exclusivas para mortos que tinham residência fixa na cidade. “Os crescentes pedidos por cremação estão criando um estoque de caixões à espera da prestação do serviço, com prazos de até 20 dias a partir da data de falecimento”, acrescenta o comunicado.

Períodos maiores que esse poderiam acarretar problemas de ordem higiênica ou sanitária. Para compensar o fechamento do crematório, a Prefeitura de Milão isentou algumas tarifas de sepultamento e ampliou o direito de acesso a tumbas familiares.

A província de Milão é a mais atingida pela pandemia na Itália em termos absolutos, com 165.537 casos, segundo o Ministério da Saúde. O país inteiro contabiliza 1.906.377 contágios.

Com informações da ANSA*

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Rafael Nicácio

Co-fundador dos canais Portal N10, Jerimum Geek e do Tudo em Dicas. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do Rio Grande do Norte) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN). E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.