Destaques, Saúde

Cólica muito forte pode ser sinal de infertilidade

cólica menstrual
Foto: reprodução

A cólica menstrual é um incômodo presente na vida da maioria das mulheres. Quando esse problema passa a ser mais intenso e não deixa que atividades comuns do dia a dia sejam realizadas por conta da forte dor, é hora de se preocupar, pois pode ser endometriose, a principal causa de infertilidade no mundo.

Quem afirma é o ginecologista Dr. Luiz Fernando Carvalho, especialista em reprodução humana e endometriose e diretor do Baby Center Medicina Reprodutiva. Segundo ele, cólicas que alteram a rotina da paciente, que a impede de trabalhar e diminui a sua qualidade de vida, por exemplo, devem ser investigadas, pois podem revelar a endometriose pélvica.

“Os principais sintomas da endometriose, que afeta 6 milhões de brasileiras, são cólicas muito fortes, dor para ter relação sexual e alterações nos sistemas urinário e intestinal durante o período menstrual. No entanto, de acordo com a Associação Brasileira de Endometriose (SBE), 10% das mulheres que possuem a doença não sofrem dos sintomas e só descobrem o problema quando tentam engravidar e não conseguem, por isso o acompanhamento médico periódico é tão importante”, alerta Dr. Luiz.

O médico ressalta que apesar de não ter cura, o problema tem controle e deve ser tratado, aumentando a chance de a mulher realizar o sonho da maternidade. “Quanto mais precoce for o diagnóstico, maior a chance de sucesso no tratamento, que varia de acordo com idade da paciente e gravidade dos sintomas e da doença”, explica.

Por que o bebê não vem pra quem tem endometriose?

Segundo o Dr. Luiz Fernando Carvalho, a endometriose causa algumas alterações no sistema reprodutivo feminino que explicam a infertilidade. São elas:

Alteração anatômica: a doença causa inflamações durante o ciclo menstrual, por isso pode provocar aderências e mudar anatomicamente a pelve da mulher, causando dificuldade do óvulo caminhar na trompa e ser levado do ovário para o útero.

Falha de implantação: com o endométrio doente, o espermatozoide também não consegue chegar até o óvulo e fertilizar.

Óvulo e embrião de menor qualidade: mulheres que sofrem de endometriose têm os óvulos e embriões formados com baixa qualidade, o que dificulta a gravidez natural.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!). Fale conosco!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.