Ciro sugere que Bolsonaro usa “atestado médico falso” para fugir de debate na Globo

Ciro sugere que Bolsonaro usa “atestado médico falso” para fugir de debate na Globo

outubro 3, 2018 0 Por Rafael Nicácio

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, desafiou nesta quarta-feira (3) o candidato Jair Bolsonaro (PSL) a comparecer ao último debate do primeiro turno, que acontece nesta quinta (4), na Rede Globo de televisão.

Um dos médicos do Albert Einstein que atende Bolsonaro, o cirurgião Antônio Macedo, afirmou na manhã desta quarta (3) que vetou a participação do candidato no debate da quinta-feira.

Em evento realizado em São Paulo, Ciro Gomes sugeriu que Bolsonaro usará “atestado médico falso” para alegar necessidade de repouso e não comparecer ao evento. “Eu quero dizer a você que eu vou tirar a sua máscara, Bolsonaro. Você não pode deixar de ir ao debate. Você está mentindo, e atestado médico falso é crime”, afirmou. “Vá ao debate da Globo que eu vou mostrar que você é uma cédula de 3 reais”, completou.

Ele diz que buscará detalhes sobre as recomendações médicas do adversário do PSL a fim de adotar medidas jurídicas. “Veja bem: o cabra passa esse tempo todo doente, faz voo de carreira [no sábado, ao deixar o hospital rumo ao Rio] e agora alega isso?”, afirmou.

ciro Gomes

Fotos: Leo Canabarro

“Eu, inclusive, vou ver se há esse negócio de recomendação médica. Vou processar o médico que tiver dado um atestado falso para ele. Porque ele está absolutamente pronto para o debate.”

Indagado sobre como vai agir daqui pra frente, o pedetista diz que vai falar o que pensa e que insistirá no combate à polarização entre PSL e PT. “Isso vai afundar o Brasil em uma crise de que talvez a gente não possa sair com a democracia”.

Mais provocações

“Por que Bolsonaro é uma cédula de três reais? Porque ele é falso”, afirmou. “Ele meteu na política todos esses esquisitíssimos filhos dele — tudo ovinho de serpente de nazistoide, e agora fica de papo furado sobre a urna? Não tem decência”, completou. “Mais respeito. Isso aqui é uma democracia que vai sobreviver a você”, afirmou.

Presidente nacional do PDT e um dos coordenadores da campanha de Ciro, Carlos Lupi também reforçou as críticas à ausência de Bolsonaro no próximo debate. “Isso é medo. E há um acobertamento da direita para que não haja esse tipo de debate”, reclamou. “Há uma maioria ainda silenciosa, e é à ela também que queremos chegar”, concluiu.