Cientistas dizem que risco de morrer de depressão é maior entre os homens

agosto 9, 2020 0 Por Rafael Nicácio
Cientistas dizem que risco de morrer de depressão é maior entre os homens

Um grupo de cientistas e pesquisadores espanhóis liderado pelo professor de psiquiatria José Luis Ayuso, chegou à conclusão de que as pessoas que sofrem de depressão têm maior probabilidade de morrer do que outras.

Eles também garantem que, embora as mulheres sejam mais afetadas por esta doença, o risco de morte é maior entre os homens.

O motivo seria que os homens são mais relutantes do que as mulheres em buscar ajuda profissional, preferindo recorrer aos vícios para superar problemas. José Luis Ayuso esclarece que “o estudo revela que a depressão está associada a uma maior mortalidade em geral, e não apenas à mortalidade por suicídio”.

De acordo com os pesquisadores do Centro de Pesquisa Biomédica em Rede de Saúde Mental (Cibersam) da Universidade Autônoma de Madrid, “entre os homens, o grupo de maior risco é composto por adultos de 18 a 64 anos de idade”.

Em artigo publicado pela agência EFE, o professor destacou que a depressão nos homens às vezes apresenta sintomas que não são “típicos” da tristeza, como a agressividade, que faz com que os sintomas depressivos passem despercebidos ou sejam mais difíceis de detectar. O que, somado a um maior risco de vícios, aumenta as chances de morte.