China encontra vestígios de coronavírus em alimentos importados do Brasil e Equador

China encontra vestígios de coronavírus em alimentos importados do Brasil e Equador

novembro 1, 2020 0 Por Romário Nicácio

Autoridades chinesas responsáveis ​​pelo controle e prevenção de doenças, anunciaram neste fim de semana que vestígios do novo coronavírus foram encontrados novamente em alimentos congelados do Equador e do Brasil.

A Administração Geral das Alfândegas da China decidiu suspender por uma semana importações de empresa equatoriana Firexpa, logo depois de vestígios do vírus covid-19 serem encontrados em pacotes de peixe congelado, informou a agência Reuters.

De acordo com informações da mídia local, a embalagem externa de um lote de carne suína importada do Brasil deu positivo em um teste de controle de coronavírus realizado na quinta-feira (29) na cidade de Yantai, na província chinesa de Shandong.

O produto contaminado foi encontrado em um restaurante especializado em churrascos e em uma feira local de frutos do mar. Consequentemente, as autoridades sanitárias solicitaram aos cidadãos que frequentavam estes estabelecimentos que monitorizassem sua saúde.

Além disso, todos os contatos próximos relacionados a esses produtos estão sendo rastreados. Na sexta-feira à noite, 1.475 peças de carne suína, pesando 27 toneladas, foram colocadas em depósitos de distribuidores varejistas e restaurantes.

Suspensão de importação

Semanas atrás, a China encontrou o coronavírus na embalagem externa de camarão congelado do Equador e nas paredes internas dos contêineres. O vírus também foi detectado em uma amostra de um lote de asas de frango congeladas do Brasil.

Após as últimas descobertas de alimentos com traços do patógeno, a alfândega chinesa decretou que suspenderão as importações de empresas por uma semana se os produtos congelados derem positivo para coronavírus pela primeira vez, e por um mês se os produtos de um fornecedor derem positivo pela terceira vez ou mais.

Embora a pandemia tenha sido amplamente controlada na China e a vida diária em grande parte do país tenha voltado ao normal, as autoridades mantêm controles rígidos para detectar rapidamente qualquer caso de Covid-19 e isolá-lo.