DestaquesUniverso

China diz que é “muito improvável” que destroços do foguete causem algum dano

O foguete chinês “Long March 5B”, que levou o primeiro módulo da estação espacial do país asiático, está sem nenhum controle e deve cair na Terra neste final de semana. No entanto, o governo Chinês informou nesta sexta-feira (7) que é “muito improvável” que os destroços do foguete causem algum dano em sua queda.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do gigante asiático, Wang Wenbin, disse que a maior parte dos destroços do Long March 5B irão queimar ao entrar na atmosfera, informou a Reuters. O local exato da queda dos ainda é desconhecido.

“[O foguete] foi projetado de forma que a maioria de suas partes sejam destruídas e queimadas durante a reentrada na atmosfera. É altamente improvável que [os destroços] representem qualquer perigo ou causem danos à Terra ou interfiram nos voos”, disse Wenbin.

Os destroços do foguete fazem parte do primeiro estágio, que tem por volta de 30 metros de comprimento e quase 200 toneladas.

O astrofísico italiano Gianluca Masi, um dos líderes do projeto Telescópio Virtual, conseguiu tirar a primeira foto do “Long March 5B”. A imagem foi obtida graças a um dos telescópios robóticos instalados em Ceccano, na província de Frosinone. “O instrumento apontou o foguete e o perseguiu entre as estrelas, enquanto se movia com muita rapidez. É um entulho gigante, mas é improvável que cause graves danos”, declarou Masi.

Na última quarta-feira (5), o jornal Global Times informou que os destroços do foguete chinês provavelmente cairão em águas internacionais .

A agência espacial russa Roscosmos e o Comando Espacial dos Estados Unidos informaram que estão monitorando o foguete que, segundo estimativas, cairá em nosso planeta entre os dias 8 e 9 de maio. “Algumas das estruturas do estágio central do foguete deixarão de existir nas camadas densas da atmosfera, mas elementos estruturais individuais não combustíveis podem atingir a superfície da Terra”, disse Roscosmos na terça-feira.

Onde os destroços do foguete irão cair?

O chefe da agência espacial russa, Dmitri Rogozin, publicou um mapa mostrando a área onde o corpo do foguete chinês pode cair. De acordo com este mapa, toda a África, quase toda a Austrália e América do Sul, bem como grande parte da América do Norte e Eurásia estão na zona de risco.

O Long March 5B, que carregava o módulo central para a construção de uma futura estação espacial chinesa, foi lançado de Wenchang, na província de Hainan, no dia 29 de abril. No entanto, logo após o lançamento, o estágio central do foguete passou por dificuldades e inadvertidamente entrou na órbita terrestre baixa.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Romário Nicácio

Administrador de Redes. Co-fundador do Portal N10 e do N10 Entretenimento. Redator de sites desde 2009, passando pelo Notícias da TV Brasileira (NTB), Blog Psafe e vários outros de temas variados. E-mail: romario@oportaln10.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo