Mundo

China aciona OMC contra tarifas impostas pelos EUA

(ANSA) – A China depositou uma queixa junto à Organização Mundial do Comércio (OMC) contra as últimas tarifas impostas pelos Estados Unidos, que visam afetar US$300 bilhões em importações de bens chineses. A informação foi anunciada pelo Ministério do Comércio nesta segunda-feira (2), um dia depois das novas taxas entrarem em vigor.

Em comunicado, a pasta assegura que Pequim está muito insatisfeito e “defenderá firmemente seus legítimos direitos e interesses”, o sistema comercial multilateral e a ordem do comércio internacional, em conformidade com as regras da OMC. Segundo o Ministério do Comércio chinês, as tarifas “violam seriamente” o consenso alcançado pelos chefes de Estado dos dois países em Osaka, durante a cúpula do G20, em junho.

Os Estados Unidos, por sua vez, rejeitaram o pedido da China de adiar as tarifas iniciadas no último dia 1º de setembro, o que complica ainda mais as relações entre as duas superpotências. A decisão é o mais novo capítulo na escalada de tensão comercial entre EUA e China que teve início há mais de um ano.

No início de agosto, o presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou uma tarifa adicional de 10% sobre US$300 bilhões em produtos chineses, podendo ser aumentada até 25%. A decisão fez Pequim responder e impor taxa contra US$75 bilhões. Como nova retaliação, Trump elevou de 10% para 15% as tarifas sobre os US$300 bilhões e de 25% para 30% a outros US$250 bilhões.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!). Fale conosco!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.