DestaquesRN

Cerca de 232 doses da AstraZeneca podem ter sido aplicadas fora da validade no RN

Dados oficiais do Ministério da Saúde – e divulgados pela Folha de S. Paulo nesta sexta-feira (02/07), mostram que 1.532 municípios do Brasil aplicaram 26 mil doses da vacina AstraZeneca fora do prazo de validade.

As cidades mais afetadas foram Maringá (3.536 pessoas), Belém (2.673) e São Paulo (996). No caso do Rio Grande do Norte, de acordo com a publicação, foram aplicadas 232 doses vencidas da AstraZeneca em 38 municípios.

São eles:

MUNICÍPIOS DO RN | DOSES FORA DA VALIDADE

  • JOÃO CÂMARA: 55
  • AUGUSTO SEVERO: 42
  • BAÍA FORMOSA: 15
  • MOSSORÓ: 15
  • NATAL: 12
  • JANDUÍS: 12
  • JARDIM DE PIRANHAS: 11
  • MACAÍBA: 8
  • ALEXANDRIA: 6
  • PEDRO AVELINO: 5
  • PARNAMIRIM: 5
  • CURRAIS NOVOS: 4
  • SÃO PEDRO: 3
  • ASSU: 3
  • VENHA-VER: 3
  • NOVA CRUZ: 3
  • SÃO GONÇALO DO AMARANTE: 2
  • MARTINS: 2
  • SÃO PAULO DO POTENGI: 2
  • TOUROS: 2
  • ITAJÁ: 2
  • UMARIZAL: 2
  • UPANEMA: 2
  • CEARÁ-MIRIM: 2
  • MONTE ALEGRE: 1
  • OLHO-D’ÁGUA DO BORGES: 1
  • CAICÓ: 1
  • MONTANHAS: 1
  • IELMO MARINHO: 1
  • APODI: 1
  • CANGUARETAMA: 1
  • SÃO JOSÉ DO CAMPESTRE: 1
  • BENTO FERNANDES: 1
  • BARAÚNA: 1
  • GOIANINHA: 1
  • NÍSIA FLORESTA: 1
  • SÃO FRANCISCO DO OESTE: 1
  • ALMINO AFONSO: 1

Ainda segundo a publicação do jornal, outras 114 mil doses da vacina AstraZeneca distribuídas a Estados e municípios dentro do prazo de validade já expiraram. Não está claro se foram descartadas ou se continuam sendo aplicadas, diz o jornal, notando que a AstraZeneca é a vacina mais usada no Brasil – com 57% das doses aplicadas.

Os imunizantes expirados integram 8 lotes da AstraZeneca importados ou adquiridos por consórcio. Um deles passou da validade no dia 29 de março. O que venceu há menos tempo valia até 4 de junho.

Como prevê o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação, quem tomou o imunizante vencido deve se revacinar pelo menos 28 dias depois da dose. Se você recebeu uma dose fora de validade, procure um posto de saúde com sua carteira de vacinação para receber orientações.

É possível saber se você tomou uma dose vencida a partir do registro do lote do imunizante, indicado no registro de vacinação. Estavam vencidos os seguintes lotes: 4120Z001; 4120Z004; 4120Z005; CTMAV501; CTMAV505; CTMAV506; CTMAV520; 4120Z025.

Secretaria de Saúde do RN

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) destacou que “todas as doses dos imunizantes recebidos do Ministério da Saúde, incluindo os lotes da Astrazeneca apontados com aplicação vencida, foram distribuídas e entregues em tempo oportuno às regionais de saúde e das regionais para os municípios dentro do prazo de validade e em tempo oportuno”. A secretaria ainda frisou que todas as doses são conferidas e protocoladas antes da efetivação da distribuição, passando por um processo de conferência a cada remessa executada pela Rede de Frio do Estado do Rio Grande do Norte, o que assegura que as doses saiam da Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat) e das regionais de saúde com qualidade aferida.

A Sesap ainda informou que a equipe de imunização da Sesap aponta que possa ter ocorrido o tardio registro na plataforma, que faz com que a data da aplicação do imunizante seja diferente da data que realmente foi aplicado. É importante ressaltar que, como orienta o Ministério da Saúde, cabe aos gestores locais do SUS o armazenamento correto, acompanhamento da validade dos frascos e aplicação das doses, seguindo à risca as orientações do Ministério.

Neste momento, a equipe trabalha em diálogo com os municípios para conferir todas as doses que estão apontadas como vencidas para alinhar e orientar as melhores medidas que serão estabelecidas a partir do resultado desta análise“, ressaltou na nota.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Rafael Nicácio

Co-fundador dos canais Portal N10, Jerimum Geek e do Tudo em Dicas. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do Rio Grande do Norte) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN). E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo