CCEE aponta que RN continua como destaque na geração de energia eólica

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE, responsável por viabilizar e gerenciar a comercialização de energia elétrica no país, mostra em seus novos dados publicados no boletim mensal ‘InfoMercado’ que as capacidades das usinas eólicas instaladas e movidas à biomassa brasileira, juntas, alcançaram 16,7 GW nos primeiros quatro meses de 2015. Os dados mostram ainda que o Rio Grade do Norte continua com principal destaque em capacidade instalada, totalizando 2,1 GW, em energia eólica.

As 231 plantas movidas à biomassa cadastradas na CCEE atingiram a marca de 10,6 GW de capacidade e registraram 2,2 GW médios de energia gerada em abril, mês que marca o início da safra de cana-de-açúcar. O montante é 21% maior do que o apontado no mesmo mês do ano passado.

As eólicas também chegaram a uma marca expressiva em termos de capacidade instalada. O total de 6,1 GW, registrados entre as 240 usinas analisadas, é 84% maior do que o resultado de abril de 2014. A maior geração das plantas movidas à biomassa por Estado, no quarto mês de 2015, foi em São Paulo com registro de 941,4 MW médios.

Os dados apontam ainda que entre os Estados produtores de energia eólica, o Rio Grande do Norte está em primeiro sendo seguido por Ceará e Rio Grande do Sul com 1,3 GW cada.

CCEE

A CCEE é uma associação civil sem fins lucrativos, mantida pelas empresas que compram e vendem energia no Brasil. O papel da CCEE é fortalecer o ambiente de comercialização de energia – no ambiente regulado, no ambiente livre e no mercado de curto prazo – por meio de regras e mecanismos que promovam relações comerciais sólidas e justas para todos os segmentos do setor (geração, distribuição, comercialização e consumo).

 Mais informações no site da associação (www.ccee.org.br).

 

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!