CBTU elabora projeto de expansão que contempla Aeroporto de São Gonçalo

Um projeto de expansão da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) deve somar pontos para o Rio Grande do Norte na disputa pelo hub da Tam. A proposta, apresentada na manhã desta sexta-feira (5) ao governador Robinson Faria, contempla a implantação de uma linha férrea de 17 km que interligará o Aeroporto Internacional Aluízio Alves ao sistema atual de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

O projeto já foi aprovado pela CBTU nacional e incorporado ao Plano Plurianual 2016-2019 da Companhia. O próximo passo é incluí-lo no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 3), para Mobilidade Urbana.

“Esse ramal até o aeroporto – que não estava no projeto inicial, mas por um diálogo entre o governo do estado e a CBTU prosperou – irá potencializar a nossa conquista para Natal ser sede do hub da TAM”, destacou o governador Robinson Faria, que acrescentou ainda que o tramo norte da linha roxa, como foi definido no projeto, irá beneficiar cerca de 15 mil pessoas.

A linha está orçada em R$ 249,8 milhões e prevê a instalação de 10 novas estações e compra de cinco composições de VLT, cada uma com três carros. O projeto de modernização do sistema já em curso contempla 12 composições, das quais três já foram entregues e estão em funcionamento.

O governador conheceu um dos veículos após a reunião técnica, na qual também estiveram presentes o secretário de Infraestrutura, Jader Torres, o diretor do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), general Jorge Fraxe, o vereador Hugo Manso, o deputado estadual Fernando Mineiro e a senadora Fátima Bezerra.

CONTINUAÇÃO

O projeto de expansão, além do tramo norte, que vai de Extremoz a São Gonçalo do Amarante, prevê um linha estimada em 23 km integrando o Aeroporto Aluízio Alves à Macaíba e seguindo até a BR 101, em Parnamirim. Este outro trecho, chamado de tramo sul da linha roxa, não tem ainda o estudo de viabilidade.

Também dentro do projeto completo de expansão, está prevista a criação de um anel em Natal, com a implementação de mais duas linhas levando o VLT até o campus da Universidade do Rio Grande do Norte.

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!