Mundo

Catapulta humana é a mais nova atração radical da Nova Zelândia

Catapulta humana é a mais nova atração radical da Nova Zelândia
Foto: Renato Oliveira

A empresa neozelandesa pioneira na atividade de Bungy Jump, AJ Hackett Bungy, lançou recentemente sua mais nova atração radical, a catapulta Nevis, na região de Queenstown, Ilha Sul da Nova Zelândia. O equipamento arremessa os fãs de adrenalina a quase 150 metros de distância numa velocidade que pode chegar a 100 km/h em apenas 1,5 segundos. O projeto foi desenvolvido por Henry van Asch, que estabeleceu em 1988 a primeira operação comercial de bungy jump do mundo.

A catapulta usa um sistema de guincho de alta velocidade criado sob medida e desenvolvido durante anos de pesquisa, e segue reconhecidos padrões internacionais de segurança.

“Essa combinação de velocidade, altura e voo é algo que o mundo nunca viu”, afirmou o diretor executivo do Turismo da Nova Zelândia, Stephen England-Hall. “A catapulta Nevis vai inspirar aventureiros de todo o mundo a visitar Queenstown para testar ainda mais os seus limites.”

A pequena cidade de Queenstown é o destino perfeito para os fãs de adrenalina – não à toa, é conhecida como a capital mundial da aventura. Bungy jump, paraquedas, passeios de barco a jato e rafting são apenas algumas das atrações disponíveis.

Curiosamente, um dos primeiros brasileiros a se aventurar na experiência recém-inaugurada foi o ator Caio Castro, que aproveitou sua passagem pelo destino para conhecer o atrativo.

Vale lembrar que a Nova Zelândia agora está mais perto dos brasileiros, com voos de apenas 13 horas de duração partindo de Buenos Aires ou Santiago.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.