Educação

Carreira de professor não é a principal escolha dos brasileiros

Foto: Divulgação

Mesmo com tantos atributos importantes, a carreira de professor não é bem reconhecida e o magistério é uma das profissões mais mal remuneradas e desvalorizadas do país. Essa tendência é confirmada nos dados do relatório de Políticas Eficientes para Professores, da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) que mostrou que apenas 2,4% dos alunos de 15 anos têm interesse na profissão. Há dez anos, esse percentual era de 7,5%.

O relatório indicou também que quanto menor a escolaridade dos pais, maior é a proporção dos interessados na carreira – a profissão é a escolha de 3,4% dos filhos de pais que só concluíram o ensino fundamental. Entre os filhos de pais que cursaram até o ensino superior, o porcentual cai para 1,8%.

A estudante de Pedagogia Beatriz Santana não se enquadra nesse percentual. Ser professora sempre foi o seu sonho e isso foi se confirmando mais ainda após ter sua primeira filha. “Sempre tive vontade de cursar Pedagogia e, com o nascimento dela, vi que realmente tinha aptidão para isso”, conta. Apesar de ser uma apaixonada pela sala de aula, Beatriz concorda com a pesquisa. “Percebo este desinteresse em sala de aula. Na minha turma, tem pouquíssimos alunos e eu sinto que esse número é influenciado pela questão salarial”.

Remuneração é algo que não faz diferença para Beatriz. Ela reconhece que a profissão não é valorizada mas explica que a sua escolha tem muito mais a ver com a questão sentimental. “Eu escolhi ser pedagoga por amor”, define. Desde quando começou a graduação – ela agora cursa o segundo semestre – sente que fez a escolha certa. “Nunca mudaria de escolha. Acredito que as especializações podem valorizar muito meu trabalho”, concluiu.

Se, assim como Beatriz, você também deseja seguir na área da Pedagogia, saiba que pode contar com o maior programa de inclusão educacional do país. Acesse o site do Educa Mais Brasil, confira as possibilidades e as bolsas de estudo disponíveis para sua região.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.