Carlos Eduardo assina PL que autoriza criação do Parque Industrial Metrópole Digital

Em cerimônia realizada na sede do Instituto Metrópole Digital nesta terça-feira (15), o prefeito de Natal, Carlos Eduardo, ao lado da reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Ângela Paiva Cruz, assinou o projeto de lei que autoriza a criação do Parque Industrial Metrópole Digital. A iniciativa prevê a isenção de impostos municipais (IPTU, ISS e ITIV) para empresas que se instalarem no parque. A proposta segue agora para apreciação dos vereadores na Câmara Municipal.

Inicialmente o parque será localizado na imediações da UFRN, entre os conjuntos Mirassol e dos Professores, localizados no bairro de Capim Macio, e Potilândia, que fica em Lagoa Nova. Um parque tecnológico é uma área geográfica formada por empresas, instituições de ensino, incubadoras de negócios, centros de pesquisa e laboratórios que criam um ambiente favorável à inovação tecnológica.

Na prática, conforme passam a compartilhar do mesmo ambiente, empresas, universidades, centros de pesquisa e investidores geram benefícios econômicos em comum e para a comunidade. Com o território especial criado oficialmente, o próximo passo será contratar uma consultoria para melhorar a estrutura e organizar juridicamente o Parque Tecnológico Metrópole Digital.

Carlos Eduardo ressaltou a importância da chegada do Parque Tecnológico, projetando que a área será um grande polo para o desenvolvimento intelectual da população natalense, que com a atração das empresas em virtude dos incentivos fiscais oferecidos pela gestão municipal, serão criados muitos empregos, movimentando a economia o que acarretará no incremento das receitas locais: “Estamos concretizando uma ação efetiva que vai transformar a realidade da cidade. O parque irá abrir novas perspectivas de desenvolvimento humano e tecnológico para a cidade. É a Natal do futuro”.

A reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Ângela Paiva Cruz, classificou o momento como histórico por se tratar de uma iniciativa voltada para o desenvolvimento social e econômico de Natal que irá impactar diretamente na vida da população local: “A cidade ganha um verdadeiro presente. É um futuro promissor. Estamos muito felizes e agora é hora de arregaçar as mangas para tornar o Parque uma realidade no menor tempo de espaço possível. Não poderia deixar de agradecer o apoio e o incentivo da Prefeitura que foi essencial para esse projeto”.

O Diretor do Instituto Metrópole Digital, Ivonildo Rêgo, é o grande articulador e entusiasta da proposta. Para ele, a criação do Parque Tecnológico representa um salto gigantesco rumo ao desenvolvimento. Ele explica que toda a cidade sentirá os efeitos positivos da iniciativa, vez que as inovações geradas dentro do parque ajudarão a melhorar os serviços públicos e expandirão o ambiente de negócios da capital potiguar, abrindo um novo nicho econômico: “Estamos falando de futuro. Não podemos pensar em melhoria da qualidade dos serviços públicos sem pensar em tecnologia da informação. Daqui sairão projetos e programas que serão utilizados pelas gestões públicas que terão mais eficiência e menos custos. Não tenho dúvidas que em no pequeno e médio prazo o Parque Tecnológico transformará a cidade do Natal em um polo de referencia do setor”.

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!