Destaques, Natal

Cantor de forró que agrediu ex-mulher disse que “não tinha como tirar ela alisando”

Cantor de forró que agrediu ex-mulher em parnamirim

O vocalista da banda Brilhantes do Forró, Francisco Luciano dos Santos, revelou que está arrependido de ter agredido sua ex-mulher na frente do filho de seis anos. O caso aconteceu na última segunda-feira (20), no condomínio onde o cantor mora, localizado em Parnamirim – na região da Grande Natal.

Nas imagens gravadas pela câmera de segurança do elevador, é possível ver a doceira Ana Augusta Josuá, de 24 anos, ser agredida com empurrões e puxões de cabelo.

Em entrevista à Inter TV Cabugi, afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Norte, Francisco explicou o motivo de ter agredido a ex-esposa. “Ou eu tirava ela, ou deixava ela quebrar minha casa. Eu não sou nenhum monstro como estão dizendo. Eu chamei a portaria (os vigilantes do condomínio) porque ela (a ex-mulher) é proibida de entrar na minha casa, por ser realmente uma pessoa muito agressiva, mas não deu tempo da portaria chegar. Eu não quis bater nela. Eu quis só tirar ela de lá. Se eu não tirasse, ela ia quebrar minha casa. Não tinha como tirar ela alisando”, relatou.

Segundo informações do ‘G1’, a vítima, que estava separada do agressor há três anos, prestou queixa na DEAM (Delegacia Especial de Atendimento à Mulher) de Parnamirim, região metropolitana da capital. A delegada Renata Costa informou que vai pedir à Justiça medidas protetivas contra o músico.

De acordo com seu depoimento à Polícia Civil, Ana Augusta foi levar o filho deles ao condomínio do pai para os dois passarem o dia juntos. No local, aproveitou para questionar sobre o pagamento da pensão do filho, que estava atrasada desde o dia 15.

Ainda de acordo com a vítima, ela foi atendida pela atual companheira do cantor, que a convidou a entrar no apartamento, mas ela não aceitou. A mulher, então, foi chamar o cantor, que estava dormindo. Segundo a ex-esposa, o homem saiu do quarto xingando e começou a agredi-la, mandando sair de sua casa e empurrando-a para o elevador.

“Ele saiu de cueca e de camisa e já começou a me agredir. O pior de tudo foi meu filho presenciar. É muita coisa pra cabecinha dele. Ele me agrediu o casamento inteiro, inclusive na gravidez, mas eu era nova, tinha medo. Até que depois de cinco anos resolvi me separar”, disse a mulher, pelas redes sociais, a amigos.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.