Brasil tem recorde de novos casos de Covid-19 e registra 888 óbitos em 24h
Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado

Brasil tem recorde de novos casos de Covid-19 e registra 888 óbitos em 24h

Logo após o Brasil registrar o pior dia da pandemia, com mais de mil mortes pelo novo coronavírus, o Ministério da Saúde anunciou nesta quarta-feira (20) que o país teve 888 óbitos nas últimas 24 horas, elevando o número total para 18.859.

Segundo os dados, existem 291.579 pessoas infectadas em todo o território brasileiro, sendo que 19.951 casos foram confirmados entre ontem e hoje, um novo recorde que supera a quantidade do balanço anterior, quando foram identificados 17.408 infectados.

O Ministério da Saúde ainda informa que 3.483 falecimentos estão sendo investigados e 156.037 casos seguem em acompanhamento médico. Ao todo, 116.683 pacientes já se recuperaram da Covid-19.

Com os novos números, o Brasil mantém a 3ª colocação no ranking de países com mais pessoas contaminadas, atrás apenas dos Estados Unidos (1.548.646) e Rússia (308.705).

Além disso, o país liderado por Jair Bolsonaro ocupa o 6º lugar na lista de nações com mais vítimas. Aparecem na frente Estados Unidos (92.712), Reino Unido (35.785), Itália (32.330), França (28.135) e Espanha (27.888), conforme levantamento da Universidade Johns Hopkins.

O estado de São Paulo continua sendo o epicentro da doença, com 69.859 casos confirmados da Covid-19 até o momento. Em seguida vem Ceará (30.560), Rio de Janeiro (30.372), Amazonas (23.704) e Pernambuco (22.560).

Já em relação aos óbitos, São Paulo também aparece na frente, com 5.363. Na sequência estão Rio de Janeiro (3.237), Ceará (1.900), Pernambuco (1.834) e Amazonas (1.561).

Hoje cedo, o governo Bolsonaro publicou um novo protocolo que orienta o uso da cloroquina e da hidroxicloroquina em casos leves da doença embora não exista comprovação científica de sua eficácia.

(Com informações da ANSA)

Esta notícia foi interessante para você? Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: