Governo da França confirma dois casos de coronavírus

(ANSA) – Durante coletiva de imprensa nesta terça-feira (24), o Ministério da Saúde anunciou que o número de mortos em decorrência do novo coronavírus (Sars-CoV-2) no Brasil subiu para 46, um aumento de 10 vítimas nas últimas 24 horas.

Segundo o balanço, São Paulo contabiliza 40 mortes por conta da covid-19, enquanto o Rio de Janeiro, tem 6. Já a quantidade de contágios subiu mais 310 novos casos, somando 2.201 contaminações confirmadas em todo o país, um acréscimo proporcional de 16%. O índice de letalidade é de 2,1%.

O resultado de hoje marcou um aumento de 42% nos casos em relação a domingo, quando foram registradas 1.546 pessoas infectadas.

Conforme divulgado pelo Ministério da Saúde, a capital paulista é atualmente o epicentro da Covid-19, com 810 infecções, seguida por Rio de Janeiro (305), Ceará (182), Distrito Federal (160), Minas Gerais (130), Santa Catarina (107), Rio Grande do Sul (98), Bahia (76), Paraná (65), Amazonas (47), Pernambuco (42), Espírito Santo (33). Por sua vez, os outros estados do Brasil contabilizam menos de 30 casos cada até o momento.

Medidas de socorro – O presidente Jair Bolsonaro realizou mais duas videoconferências com governadores dos estados do Sul e Centro-Oeste para atualizá-los sobre as medidas de socorro aos estados que o governo federal está adotando para enfrentamento dos efeitos da pandemia de covid-19 no país. Bolsonaro e a equipe do governo federal também ouviram os pedidos e alinharam as demandas dos estados.

Fundo Nacional de Segurança Pública – Portaria publicada no Diário Oficial da União, assinada pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, autoriza estados a utilizarem R$ 202 milhões do Fundo Nacional de Segurança Pública e mais R$ 18 milhões do Fundo de Defesa dos Direitos Difusos em ações de controle ao novo coronavírus.

Apesar da possibilidade de realocação dos recursos, a portaria ressalta que devem ser respeitados os percentuais destinados ao custeio e ao investimento.

Vacinação contra a gripe – O Ministério da Saúde recomendou às secretarias estaduais e municipais de Saúde que adiem a vacinação de crianças nesta primeira etapa da campanha de imunização contra a gripe, como forma de prevenção à contaminação pelo novo coronavírus (covid-19). A campanha teve início nesse fim de semana em alguns estados e ontem em outros, para idosos acima de 60 anos. (Com informações da Agência Brasil )

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.