Brasil

Brasil e Irã acertam cooperação em áreas estratégicas de ciência e tecnologia

O secretário de Desenvolvimento Tecnológico, Alvaro Prata, e o assessor iraniano de assuntos internacionais Sohrab Assa acertaram o desenvolvimento de pesquisas conjuntas em nanotecnologia, biotecnologia e TICs.

Com o objetivo de impulsionar a cooperação bilateral, o secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Alvaro Prata, e o assessor sênior de Assuntos Internacionais e Transferência de Tecnologia do Irã, Sohrab Assa, definiram, por meio de um memorando de entendimento, ações em áreas estratégicas como nanotecnologia, biotecnologia e parques tecnológicos. Uma agenda conjunta foi acertada em reunião na últimaquinta-feira (17), em Brasília (DF).

“O Brasil é o 13º país em produção do conhecimento e o Irã ocupa a 17ª posição. Aproximadamente 44% do PIB [Produto Interno Bruto] deles estão relacionados com a atividade industrial. Trata-se de um país que vem se fortalecendo em muitas áreas, com destaque para nanotecnologia”, avaliou Alvaro Prata.

Segundo ele, a partir de agora, as nações irão formar um grupo de trabalho para definir ações concretas para os próximos anos. “O trabalho desse grupo deverá resultar no lançamento de editais conjuntos em que pesquisadores brasileiros e iranianos vão interagir avançando em pesquisas em diversas áreas”, ressaltou.

O memorando de entendimento prevê a cooperação e a transferência de tecnologias em biotecnologia, pesquisa e desenvolvimento de novos fármacos e produtos voltados para o setor da agricultura; pesquisas conjuntas em nanotecnologias, com destaque para nanomedicina e pesquisas na área de ciências cognitivas — que trata de questões relacionadas ao aprendizado e, mais especificamente, a neurociência —, por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Conselho Iraniano de Ciência e Tecnologia Cognitiva (CSTC, na sigla em inglês).

O documento define também, como interesse mútuo, explorar as possiblidades de pesquisa e desenvolvimento na área de tecnologias de informação e comunicação (TICs), incluindo hardwares, softwares, políticas cibernéticas, computação cognitiva e o desenvolvimento e a troca de conhecimentos em parques tecnológicos.

“Estou contente que o Brasil, uma das maiores nações do planeta, estabeleça essa cooperação com Irã. Espero que essa parceria faça do mundo um lugar melhor para viver, economicamente justo e sustentável para todos nós. Eu acho que podemos resolver os problemas que temos ajudando uns aos outros”, afirmou Sohrab Assa.

Do lado brasileiro, participaram da reunião ainda representantes dos ministérios da Saúde e da Agricultura, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e, via teleconferência, do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), do CNPq, da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e dos laboratórios Nacional de Nanotecnologia (LNNano) e Nacional de Computação Científica (LNCC), todos vinculados ao MCTIC.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Romário Nicácio

Administrador de Redes. Co-fundador do Portal N10 e do N10 Entretenimento. Redator de sites desde 2009, passando pelo Notícias da TV Brasileira (NTB), Blog Psafe e vários outros de temas variados. E-mail: romario@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.