Brasil bate recorde e registra 1.179 mortes por Covid-19 em 24h

maio 19, 2020 0 Por Romário Nicácio
Brasil bate recorde e registra 1.179 mortes por Covid-19 em 24h

De acordo com dados do Ministério da Saúde, o Brasil registrou nesta terça-feira (19) um novo recorde diário de mortes. Foram 1.179 novos óbitos registrados nas últimas 24 horas em decorrência do novo coronavírus, elevando o total para 17.971. O recorde anterior no Brasil havia ocorrido na última terça-feira (12), quando 881 novas mortes foram confirmadas.

Há ainda 3.319 mortes em investigação. O número marca um aumento em relação aos últimos números para este indicador, que davam entre 2.000 e 2.300 falecimentos em investigação. 

O número de novos infectados também bateu recorde: 17.408 novos casos, o que elevou para 271.628 o total de casos confirmados. A letalidade (número de mortes por quantidade de casos confirmados) ficou em 6,6% e a mortalidade (número de óbitos pela quantidade da população) foi de 8,6%.

Com isso, a nação se torna o quinto país em todo o mundo a atingir mais de mil mortes diárias, depois dos Estados Unidos, França, Reino Unido e China. Itália e Espanha, que estão entre os mais afetados pela doença no mundo, chegaram a registrar, respectivamente, 971 e 950 óbitos em apenas um dia.

Ainda segundo o Ministério, 106.794 pessoas estão consideradas curadas da doença.

Atualmente, o Brasil tem vivido uma fase de aceleração na quantidade de vítimas e contágios, enquanto a maioria dos outros países afetados pelo novo coronavírus apresentam um arrefecimento da pandemia.

Segundo o governo, há 146.863 pacientes em acompanhamento médico (54,1% do total) e ? 106.794 recuperados (39,3%). Conforme dados da Universidade Johns Hopkins, o Brasil ocupa o terceiro lugar no ranking de países com maior número de pessoas contaminadas, atrás apenas dos EUA (1.524.107) e Rússia (299.941).

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de falecimentos (5.147). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (3.079), Ceará (1.856), Pernambuco (1.741) e Amazonas (1.491).

Além disso, foram registradas mortes no Pará (1.519), Maranhão (604), Bahia (326), Espírito Santo (325), Alagoas (231), Paraíba (219), Minas Gerais (167), Rio Grande do Norte (160), Rio Grande do Sul (151), Amapá (136), Paraná (129), Santa Catarina (91), Piauí (85), Rondônia (87), Goiás (73), Acre (72), Distrito Federal (72), Sergipe (63), Roraima (61), Tocantins (38), Mato Grosso (32) e Mato Grosso do Sul (16).

Já em número de casos confirmados, o ranking tem São Paulo (65.995), Ceará (28.112), Rio de Janeiro (27.805), Amazonas (22.132) e Pernambuco (21.242). Entre as unidades da federação com mais pessoas infectadas estão ainda Pará (16.295), Maranhão (14.198), Bahia (11.013), Espírito Santo (7693) e Santa Catarina (5.413).