Bóson de Higgs descoberto pelo Grande Colisor de Hádrons em 2013 pode ser falso

Segundo a nova pesquisa, os cientistas que trabalham com o Grande Colisor de Hádrons pode estar errado e em vez de o bóson de Higgs, encontraram uma forma completamente diferente. As informações são do Actualidad RT.

 Um novo estudo mostra que não há provas conclusivas de que a partícula descoberta em 2013 pelo CERN (Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear) é realmente o famoso bóson de Higgs, relata  o The International Business Times . Mas pode ser outro tipo de partícula, admitem os cientistas.
Se não for o bóson de Higgs, conhecido como “partícula de Deus”, a equipe acredita que esta pode ser uma partícula chamada “techni-higgs”. Embora ambos os tipos sejam semelhantes em muitos aspectos, são duas partículas pertencentes a duas teorias diferentes sobre como o universo foi criado.
A partícula de Higgs descreve três das quatro forças da natureza, mas não explica o que é a matéria escura . Ao contrário do Higgs, uma partícula techni-higgs não é elementar. “Em vez disso, eles são chamados techni-quarks, que acreditamos serem fundamentais. Os techni-quarks podem ser unidas em diferentes maneiras para formar, por exemplo, partículas techni-higgs. Enquanto outras combinações podem formar a matéria escura” dizem os pesquisadores.
A “partícula de Deus” é a única peça que faltava na teoria do Modelo Padrão, que tenta explicar como os sóis e planetas se formaram depois do Big Bang . Ele foi descoberto pelo Large Hadron Collider do CERN em 2013.

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!