Black Friday: especialista alerta para o risco de comprar por impulso
Imagem: Portal N10

Black Friday: especialista alerta para o risco de comprar por impulso

novembro 10, 2016 0 Por Romário Nicácio

A data oficial do Black Friday é 25 de novembro, no entanto, diversas lojas já iniciaram suas campanhas com ofertas desde o começo do mês. Nessa edição, as empresas querem garantir as vendas, o que é ótimo para o consumidor. O problema está no risco de comprar por impulso, e até mesmo se endividar, por isso é importante fazer um planejamento de compras.

Se as promoções estiverem boas, não necessariamente as pessoas devem sair comprando. É vantajoso levar algo que já esteja planejado e com um preço bacana, mas comprar sem necessidade só porque o desconto é bom, não é o ideal, pois a pessoa estaria gastando com algo que não objetiva realmente.

As promoções prometem ser interessantes, diferente de outros anos quando muitas lojas do país prometeram grandes descontos, mas elevaram os preços um dia antes para depois fazer falsas promoções. Isso até pode ocorrer, mas muito menos esse ano, já que o consumidor também está mais atento ao uso do seu dinheiro, por conta da crise que atravessamos.

Assim, veja produtos que já queira comprar e que já esteja em seu orçamento, para fazer uma pesquisa com antecedência. Lembre-se, é uma ótima oportunidade para quem já sabe o que quer comprar para o Natal e pode antecipar esta compra. Mas, cuidado, para que os impulsos das promoções não se transformem em dívidas.

Comprar adequadamente e com bons descontos é um dos principais segredos da educação financeira e da arte de poupar. E para quem já se planejou e quer encarar uma maratona de compras é importante considerar algumas orientações. A principal é que uma dose extra de paciência é fundamental, pois estresse e a pressa levam ao impulso de adquirir produtos sem pesquisar e pagar mais caro.

Reinaldo Domingos, educador financeiro, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) e da DSOP Educação Financeira, listou alguns cuidados que devem ser tomados para economizar ao comprar na Black Friday:

  1. Não compre se para isso precisar se endividar. Parcelamento também é uma forma de dívida. Se for inevitável, tenha certeza de que cabe no orçamento;
  2. Analise se a compra não trará custos extras para a família ou para a pessoa posteriormente;
  3. Se antecipe à Black Friday, pesquisando os preços dos produtos que deseja comprar para ver se os descontos que darão realmente são interessantes;
  4. Faça uma lista detalhada de tudo que pretende comprar e quem deseja presentear e quanto pretende gastar com cada um;
  5. Se estiver em situação financeira problemática, e quiser adiantar as compras de Natal, uma dica é priorizar as crianças. Será mais fácil explicar para os adultos o jovens o motivo de não receberem presentes;
  6. Utilize a internet como meio de pesquisa, mas cuidado, só acesse e compre em sites confiáveis, crimes digitais são cada vez mais comuns;
  7. Se prepare para ir às compras nas lojas com tempo e dose extra de paciência, evitando que deseje comprar rapidamente para acabar com o “martírio”;
  8. Procure, por meio de conversas, saber quais são os reais desejos das pessoas. Muitas vezes se compra coisas caras, sendo que presentes baratos seriam muito mais bem-vindos.

Esta notícia foi interessante para você? Compartilhe com seus amigos!