Economia

Bitcoin poderia chegar facilmente ao patamar de US $ 40.000

bitcoin

A cotação da criptografia mais valiosa no mundo, o bitcoin, poderia nos quatro meses seguintes quadruplicar do seu nível atual, perto de US $ 10.000, conforme previsto pelo ex-executivo do hedge fund Fortress, Michael Novogratz.

“O bitcoin poderia chegar facilmente a US $ 40.000 até o final de 2018”, disse o especialista ao canal CNBC, afirmando ainda que ganhou pelo menos US $ 250 milhões ao investir nessa e outra criptomoeda, o Éter.

Na segunda-feira (27), o bitcoin quebrou a marca de US $ 10.000 na Bithumb – bolsa de valores sul-coreana. No início deste ano, a criptomoeda foi avaliada em menos de US $ 1.000 por unidade.

De acordo com Novogratz, no final do ano que vem, o éter “poderia ver seu preço triplicar do nível atual”, que atualmente está na casa dos 493,4 dólares. O éter já cresceu 6.000% em 2017.

Foto: Portal N10

O guru do investimento disse que ele mantém em criptografia “provavelmente mais de 20%” ou “talvez até 30%” de sua fortuna, dividida quase que igual entre bitcoin e éter.

A capitalização de todas as criptografias ultrapassou 300 milhões de dólares esta semana, e Novogratz espera que esse número cresça para 2.000 trilhões até o final de 2018.

“Uma grande onda de dinheiro virá, não só aqui, mas em todo o mundo”, previu o empresário, que planeja abrir um fundo de ativos digitais no valor de 500 milhões de dólares através da sua nova empresa Galaxy Investment Partners.

Novogratz disse ainda que, ao contrário do petróleo e fontes de energia renováveis, é impossível produzir mais bitcoins para atender a demanda, uma vez que o fornecimento desta moeda é limitado a 21 milhões de unidades.

Para mais novidades Blockchain, clique aqui!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.