DestaquesEconomiaNegócios

Bitcoin nos últimos dias: especialistas explicam motivo da alta

O bitcoin bateu mais um recorde ao atingir nesta semana a marca de U$66 mil e, um dos fatores que levaram a esse recorde histórico para a moeda, foi a aprovação do primeiro ETF com exposição a criptoativos dos Estados Unidos.

Oito especialistas explicam sobre o crescimento das criptomoedas e quais as expectativas para as próximas semanas.

Ricardo Dantas, CO-CEO da Foxbit

Após o período de baixa e de correção do Bitcoin, o ativo começou a voltar a subir. Muitas notícias positivas sobre o mercado, fez com que o mercado ganhasse um up. O fato de El Salvador aceitar o bitcoin como moeda e até mesmo o fato da mineração do bitcoin sair da China e migrar para os Estados Unidos foi algo positivo para o mercado. E o mais recente, a aprovação dos ETFs na Bolsa de Valores fez com que o Bitcoin alcançasse esse patamar.

Para os próximos meses acredito que novos recordes serão batidos. A tendência, como sempre foi, é de alta”.

Vinicius Frias, CEO do Alter e Diretor do Méliuz

Nos últimos 3 meses o Bitcoin saiu da casa de 30 mil dólares para os atuais 66 mil dólares, sendo a maior parte nos últimos dias. As pessoas gostam de procurar justificativas de curto prazo – e, às vezes, a mais forte foi a atual aprovação de um ETF de bitcoin na bolsa de Nasdaq, Estados Unidos.

Mas gosto de pensar que os fundamentos sólidos são os mesmos que impulsionam a alta desde o ano passado, que é ainda mais expressiva: maior adoção pelo mercado institucional de forma geral e, principalmente, por ser um ativo contra a expansão monetária que atinge o mundo desde o início da pandemia.”

Rafael Izidoro, CEO da Rispar

O ano de 2021 tem sido agitado para o bitcoin, e muito positivo para a maturação do mercado. Depois da correção que iniciou em maio, logo após uma nova máxima histórica, a cripto voltou com força, e um dos motivos, sem dúvidas, foi a notícia do 1° ETF de Bitcoin nos Estados Unidos – algo aguardado há anos pela indústria, e que reflete na adoção mundial.

Com a economia global em crise, os olhos se voltam cada vez mais para o bitcoin como um excelente investimento, reserva de valor e um refúgio contra a inflação. Esse ciclo de alta ainda não acabou!

Safiri Felix, diretor de Produtos e Parcerias da Transfero

O preço do Bitcoin explodiu com a liberação do tão aguardado e primeiro ETF negociado nos Estados Unidos nesta semana, um importante facilitador para entrada de fluxo comprador. Agora, a expectativa é de que a cotação do Bitcoin continue em alta e atinja US$ 100 mil“.

Lucas Schoch, CEO e fundador da Bitfy

A alta dos Bitcoins, nesse momento, ocorre devido ao lançamento dos ETFs nos EUA nesta semana. A perspectiva de todo mundo que faz uma análise um pouco mais fundamentalista é de uma “levantada” muito forte até o final do ano que, acredito, atingirá os US$ 100 mil.

Fundos como esses sendo abertos na bolsa dos EUA fazem com que grandes empresas e fundos de family offices possam se expor a esse ativo de maneira regulada, aumentando a possibilidade de entrada de muito dinheiro nesse mercado.

Com a regulação para a criação desses fundos, criptomoedas passam a pode ser acessadas por quem só trabalha com de forma regulada, que é grande parte de quem atua com riquezas no mundo.”

Jean Carbonera, CEO do AgroVantagens

Quando falamos em alta da cotação do Bitcoin, estamos usando como referência as moedas fiduciárias, como dólar e real. Porém, quando se analisa todo o contexto da criptoeconomia e as altcoins que sobem tanto ou mais que o BTC, o que se torna claro para todos é que não se trata da variação cambial de uma moeda e sim a valorização do que é o lastro básico de todas as criptomoedas existentes: a tecnologia blockchain.

Nesse sentido, o que deixa os entusiastas dos criptoativos ainda mais confiantes é saber que a tecnologia blockchain, tão segura, confiável, disruptiva e aplicável a diferentes e importantes setores, não apenas o financeiro, recebe aperfeiçoamentos e novas aplicações a cada dia. Essa é a verdadeira revolução e o motivo de altas tão expressivas.”

Magnus, CTO do AgroVantagens

A tecnologia que a blockchain trás pro mundo é o motor das inovações, o bitcoin cumpriu seu papel de fazer a primeira iteração dessa tecnologia, e mostrou a todos que era possível usar a blockchain.”

Bernardo Schucman, vice-presidente sênior de operações de Data Center da CleanSpark

A alta do Bitcoin vem impulsionada pela aprovação do primeiro ETF de Bitcoin nos eua bem como a consolidação da força computacional movida da China para os eua ,esse movimento fez dos eua o maior polo de mineração de Bitcoin do planeta. A minha aposta contínua em uma forte alto do Bitcoin para esse último quarto levando o preço a 150 mil dólares americanos no final de dezembro“.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Rafael Nicácio

Co-fundador dos canais Portal N10, Jerimum Geek e do Tudo em Dicas. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do Rio Grande do Norte) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN). E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo