Portal N10

Banco do Nordeste registra aplicações recordes no Rio Grande do Norte

Contratações com recursos do FNE ultrapassaram R$ 214 milhões em 2017

A superintendência do Banco do Nordeste no Rio Grande do Norte bateu o recorde de contratações para o segmento de Micro e Pequenas Empresas (MPEs), com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), em 2017. Foram mais de 3 mil operações e R$ 214,7 milhões liberados. No comparativo com 2016, houve o crescimento significativo de 12% nas operações e de 21% no volume de recursos.

Somando os recursos internos do Banco, que envolvem as contratações de menor valor, o número de clientes atendidos sobe para 5,5 mil, com R$ 238,7 milhões desembolsados. A pulverização do crédito faz o Estado ter o menor ticket médio de operações MPE entre todas as superintendências do Banco do Nordeste. Dividindo o volume de investimentos pelo número de operações, o banco chegou à média de R$ 43,4 mil por empréstimo,  algo considerado muito bom para uma instituição de desenvolvimento regional.

“O recorde no volume de contratações é fruto da desburocratização do acesso ao crédito promovido pelo BNB, bem como diversas ações desenvolvidas ao longo do ano com o propósito de levar os recursos do FNE a um maior número de empreendedores potiguares. Há também uma atuação diferenciada de nosso time de gestores e o estabelecimento de importantes parcerias institucionais, a exemplo do Sebrae-RN. As expectativas para 2018 são ainda mais positivas”, enumera o superintendente Fabrizzio Feitosa.

No geral, o Banco do Nordeste atendeu 24.626 micro e pequenas empresas em sua área de atuação, contratando 49 mil operações com as fontes FNE e RECIN e liberando mais de R$ 2,6 bilhões para o segmento.

Caso de sucesso

Um dos clientes beneficiados foi Humberto Dantas Pires Ferreira. Na pequena Carnaúba dos Dantas, ele escolheu um sobrenome diferente da mais tradicional família da cidade para batizar o comércio de materiais de construção e elétricos: Casa Pires. Há 26 anos, a empresa ocupava seu próprio quarto na casa dos pais. Hoje, possui quatro unidades: showroom de materiais elétricos, louças e pisos, materiais de construção em geral, ferragens e, mais recentemente, uma madeireira.

Ao conseguir aliar preço, qualidade e variedade, a Casa Pires virou referência para cidades vizinhas bem maiores, inclusive as mais próximas do Estado da Paraíba. Cliente do Banco do Nordeste desde 2010, a empresa foi contemplada ano passado com o Prêmio MPE do Banco do Nordeste para o Rio Grande do Norte, na categoria Comércio. É o melhor, de muitos exemplos de como o BNB tem ajudado os micro e pequenos empresários potiguares.

Prêmio MPE 2018

Instituído com o objetivo de reconhecer as iniciativas de sucesso dos clientes financiados pelo Banco, através das linhas de crédito do FNE, o Prêmio Banco do Nordeste da Micro e Pequena Empresa é concedido em cada estado do Nordeste e do Norte de Minas Gerais/Espírito Santo.

Os clientes que se destacaram nas categorias Indústria, Comércio e Serviços são indicados pelas agências e julgados por representantes de instituições e entidades ligadas ao setor produtivo, segundo os critérios de número de empregos gerados pelo empreendimento; área de atuação do negócio; relacionamento com o Banco; evolução das receitas após financiamentos; práticas ambientais, de inovação e de gestão. A entrega do Prêmio MPE 2018 deve ocorrer no mês de junho, em Natal.

You might also like

Leave A Reply

Your email address will not be published.