Economia

Banco do Nordeste registra aplicações recordes no Rio Grande do Norte

concurso banco do nordeste

A superintendência do Banco do Nordeste no Rio Grande do Norte bateu o recorde de contratações para o segmento de Micro e Pequenas Empresas (MPEs), com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), em 2017. Foram mais de 3 mil operações e R$ 214,7 milhões liberados. No comparativo com 2016, houve o crescimento significativo de 12% nas operações e de 21% no volume de recursos.

Somando os recursos internos do Banco, que envolvem as contratações de menor valor, o número de clientes atendidos sobe para 5,5 mil, com R$ 238,7 milhões desembolsados. A pulverização do crédito faz o Estado ter o menor ticket médio de operações MPE entre todas as superintendências do Banco do Nordeste. Dividindo o volume de investimentos pelo número de operações, o banco chegou à média de R$ 43,4 mil por empréstimo,  algo considerado muito bom para uma instituição de desenvolvimento regional.

“O recorde no volume de contratações é fruto da desburocratização do acesso ao crédito promovido pelo BNB, bem como diversas ações desenvolvidas ao longo do ano com o propósito de levar os recursos do FNE a um maior número de empreendedores potiguares. Há também uma atuação diferenciada de nosso time de gestores e o estabelecimento de importantes parcerias institucionais, a exemplo do Sebrae-RN. As expectativas para 2018 são ainda mais positivas”, enumera o superintendente Fabrizzio Feitosa.

No geral, o Banco do Nordeste atendeu 24.626 micro e pequenas empresas em sua área de atuação, contratando 49 mil operações com as fontes FNE e RECIN e liberando mais de R$ 2,6 bilhões para o segmento.

Caso de sucesso

Um dos clientes beneficiados foi Humberto Dantas Pires Ferreira. Na pequena Carnaúba dos Dantas, ele escolheu um sobrenome diferente da mais tradicional família da cidade para batizar o comércio de materiais de construção e elétricos: Casa Pires. Há 26 anos, a empresa ocupava seu próprio quarto na casa dos pais. Hoje, possui quatro unidades: showroom de materiais elétricos, louças e pisos, materiais de construção em geral, ferragens e, mais recentemente, uma madeireira.

Ao conseguir aliar preço, qualidade e variedade, a Casa Pires virou referência para cidades vizinhas bem maiores, inclusive as mais próximas do Estado da Paraíba. Cliente do Banco do Nordeste desde 2010, a empresa foi contemplada ano passado com o Prêmio MPE do Banco do Nordeste para o Rio Grande do Norte, na categoria Comércio. É o melhor, de muitos exemplos de como o BNB tem ajudado os micro e pequenos empresários potiguares.

Prêmio MPE 2018

Instituído com o objetivo de reconhecer as iniciativas de sucesso dos clientes financiados pelo Banco, através das linhas de crédito do FNE, o Prêmio Banco do Nordeste da Micro e Pequena Empresa é concedido em cada estado do Nordeste e do Norte de Minas Gerais/Espírito Santo.

Os clientes que se destacaram nas categorias Indústria, Comércio e Serviços são indicados pelas agências e julgados por representantes de instituições e entidades ligadas ao setor produtivo, segundo os critérios de número de empregos gerados pelo empreendimento; área de atuação do negócio; relacionamento com o Banco; evolução das receitas após financiamentos; práticas ambientais, de inovação e de gestão. A entrega do Prêmio MPE 2018 deve ocorrer no mês de junho, em Natal.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.