Autópsia aponta que Naya Rivera “morreu por afogamento acidental”

Autópsia aponta que Naya Rivera “morreu por afogamento acidental”

julho 15, 2020 0 Por Rafael Nicácio

A autópsia realizada nesta terça-feira (14) no corpo da atriz Naya Rivera, conhecida por sua participação na série “Glee”, apontou que a sua morte foi ocasionada por um afogamento acidental.

A norte-americana desapareceu durante um passeio de barco com o seu filho de quatro anos na quarta-feira (8) passada. O seu corpo só foi encontrado cinco dias depois no lago Piru, na Califórnia.

De acordo com o Departamento de Medicina Legal do condado de Ventura, a identidade de Rivera foi identificada graças aos registros dentários.

Os exames realizados pelos médicos legistas não encontraram lesões traumáticas ou evidências de álcool ou outras toxinas no corpo da atriz.

Na segunda-feira (13), o xerife de Ventura, Bill Ayub, afirmou que não havia nenhuma indicação de suicídio e sugeriu que as fortes correntes do lago podem ter causado um acidente fatal.

“A ideia talvez seja que o barco tenha começado a flutuar e que ela reuniu energia suficiente para levar o filho de volta ao barco, mas não o suficiente para se salvar”, disse Ayub.

O filho de Rivera, que é fruto do casamento com o ator Ryan Dorsey, foi encontrado cerca de três horas depois dormindo no barco e com colete salva-vidas.

Os criadores de “Glee” confirmaram que vão criar uma bolsa para pagar a faculdade do filho de Rivera. Além disso, uma parte do elenco da série se reuniu no lago Piru para homenagear a atriz.

Em “Glee”, Rivera apareceu em 113 episódios e viveu o auge da carreira ao interpretar a líder de torcida Santana Lopez. Ela também fez participações em diversos programas, como “Um Maluco no Pedaço”, “Baywatch” e “CSI: Miami”.

(Com informações da Agência ANSA)