Economia

Agência Standard & Poor’s reduz nota do Brasil novamente

Cinco meses após retirar o selo de bom pagador do Brasil, a agência de classificação de risco Standard & Poor’s (S&P) voltou a rebaixar o país. A nota foi reduzida de BB+ para BB. A agência concedeu ainda perspectiva negativa, significando que pode reduzir ainda mais a classificação do país nos próximos meses.

A agência tinha sido a primeira a retirar o grau de investimento (que funciona como garantia de que o país não dará calote na dívida pública) em setembro do ano passado. Em dezembro, a Fitch seguiu a decisão. Entre as três principais agências do mundo, somente a Moody’s mantém o selo de bom pagador do Brasil.

Quando rebaixou o país pela primeira vez, a S&P citou a deterioração do cenário político e os problemas fiscais como fatores que impediriam a estabilidade da dívida pública brasileira. Desta vez, a agência ainda não se manifestou.

Por meio da assessoria de imprensa, o Ministério da Fazenda informou que pretende soltar uma nota sobre o novo rebaixamento, mas não adiantou o teor do comunicado.

Read More...

Concurso Público

UFRN realiza processo seletivo para cadastro reserva de docentes

Até 24 de fevereiro de 2016, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) recebe as inscrições dos profissionais que desejam participar do Processo Seletivo, aberto para a formação de cadastro reserva no cargo de Professor Substituto/ Temporário.

Há oportunidades para as áreas de Estruturas (CR), Termociências (CR), Semiologia e Semiotécnica, Atenção Hospitalar e Pré-Hospitalar em Média e Alta Complexidade (CR), Anatomia Humana (Topográfica e Descritiva) (CR), da carreira do magistério superior, e em Dança na Educação Infantil e Primeiras Séries do ensino Fundamental (CR) e Educação Infantil e Primeiras Séries do Ensino Fundamental (CR), do magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico.

Podem participar profissionais com graduação em Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Enfermagem, e nas áreas de Saúde, Ciências Biológicas ou Biomedicina com especialização ou residência Médica, ou ainda licenciatura em Dança ou Pedagogia.

O salário varia entre R$ 2.018,77 e R$ 2.814,01, conforme a função exercida e jornada desempenhada, que pode ser de 20h ou 40 horas semanais.

As inscrições devem ser efetuadas nas unidades detentoras das oportunidades, exclusivamente de forma presencial. Nessa etapa os participantes precisam pagar a taxa de R$ 13,00, na unidade bancária definida no edital.

Os inscritos serão submetidos à aplicação de Provas Didática e de Títulos, cujo resultado final será válido por 12 meses, sem possibilidade de prorrogação. Para mais informações, confiram o edital disponível em nosso site.

Edital nº 002 – Diário Ofical da União

Normas do processo seletivo e requerimento de inscrição

Read More...

Esporte

América vence Estanciano e assume a liderança do grupo B

Em noite de estreia no comando técnico do América, Zé Antônio e Rômulo trataram de fazer a festa da torcida nesta terça-feira (16). Com o resultado, o América chegou a 4 pontos e 2 gols de saldo, assumindo assim a liderança isolada do grupo B. Já o Estanciano ainda não pontuou e amarga a última colocação da chave.

Além da maior posse de bola, o que se viu em campo foi uma motivação acima da média dos jogadores americanos, na partida que marcou o reencontro do técnico Guilherme Macuglia com a torcida americana.

O JOGO

O América-RN dominou o Estanciano e venceu por 2 a 0 na Arena das Dunas. Com gols de Zé Antônio Potiguar e Rômulo, ambos de cabeça, o Alvirrubro chega aos quatro pontos e assume a liderança do grupo B, apesar de ter a mesma pontuação do Coruripe, que venceu o CRB por 1 a 0, mas o América ganha no saldo de gols. Com a derrota, o Canário sergipano permanece na lanterna, sem ainda ter pontuado na competição.

Na terça-feira (23), o Estanciano recebe o Coruripe, no estádio Francão, a partir das 19h15. Já na quinta-feira (25), o América volta a jogar pela Copa do Nordeste e enfrenta o CRB, às 19h15, no estádio Rei Pelé, em Maceió.

Campeonato Potiguar

O time agora volta a pensar no estadual e no domingo (21) decide uma vaga na final do primeiro turno contra o Baraúnas, na Arena das Dunas.

GOLS

Ficha Técnica

Copa do nordeste

América 2 x 0 Estanciano

Local: Arena das Dunas

Horário: 21h30 (horário local)

Público: 2.732 espectadores

Renda: R$ 16.845,50.

Cartões amarelos: Tiago Dutra, Felipe Macena e Thiago Potiguar (América); Élton, Deivid (2x), Gil Paraíba e Thiago Luís (Estanciano)

Cartão vermelho: Deivid

Árbitro: Eder Caxias Meneses (CBF-PB)

Assistentes: Márcio Freire Lopes (CBF-PB) E Tomaz Diniz de Araújo (CBF-PB)

Quarto árbitro: Zandick Gondim Alves Júnior

América: Pantera; Gabriel, Gustavo (Richardson), Zé Antônio Potiguar e Alex Cazumba; Júlio Terceiro (Daniel), Tiago Dutra, Felipe Macena e Cascata (Matheusinho); Thiago Potiguar e Rômulo. Técnico: Guilherme Macuglia

Estanciano: Thiago Luís; Daniel Ferreira, Élton, Luizão e Valber; Deividi, Matheus (Marcos Mendes), Wander (Oliveira) e Gil Paraíba; Júnior Mandacaru e Warlei (Rodrigão). Técnico: Éwerton Câmara.

Read More...

Política

Kelps Lima defende discussão sobre previdência estadual

A principal discussão dos deputados estaduais na sessão plenária desta terça-feira (16) girou em torno do Projeto de Lei enviado pelo Governo do Estado à Assembleia Legislativa que trata da utilização do Fundo Previdenciário. O parlamentar Kelps Lima (Solidariedade) criticou a iniciativa e defendeu uma profunda discussão sobre as questões relacionadas à Previdência Estadual.

“Aprovamos aqui nesta Casa que o Governo utilizasse o Fundo Previdenciário até abril de 2015, acreditando que o Governo já tivesse encontrado uma solução até este período. O Governo utilizou o dinheiro até o fim e agora propõe um calote e também faz outro movimento, tentando sacar R$ 300 milhões que estão aplicados. Assumo o risco político desta afirmação. O que o Governo precisa é fazer uma discussão sobre a Previdência Estadual para encontrar solução para os recursos dos servidores aposentados”, disse o deputado.

Segundo dados apresentados pelo parlamentar, 3.500 servidores estaduais se aposentaram de 2010 até 2015. Nos próximos cinco anos, a expectativa é que mais 7 mil servidores se aposentem. “A questão da previdência é muito mais grave porque existe um rombo de R$ 1 bilhão por ano. O Governo se recursa a debater as questões previdenciárias”, alertou. O deputado propôs uma audiência pública para debater o assunto na Casa Legislativa.

Sobre a utilização do Fundo para solucionar problemas administrativos, Kelps Lima disse que a Assembleia tem intenção de contribuir com o Estado, mas de forma correta. O deputado estadual Gustavo Fernandes (PMDB) disse que repudia o projeto enviado pelo Governo. “Nós temos que ter responsabilidade. Não podemos assinar embaixo com algo que tem sido feito errado”, disse ele.

Em aparte, o deputado Tomba Farias (PSB) disse que a Lei que permitia a utilização do Fundo visava solucionar os problemas com a folha de pagamento dos servidores. “Agora nós somos pegos de surpresa com esse projeto do Governo. Nós não podemos brincar com recursos alheios”, alertou o parlamentar. Fernando Mineiro (PT) acredita que o projeto deverá ser modificado. “O projeto não será aprovado da maneira que está, é preciso que ele seja modificado”, explicou Mineiro.

Já o deputado Raimundo Fernandes (PROS), defende que o projeto seja retirado. Para ele, não cabe à Assembleia discutir um projeto como este. Hermano Morais (PMDB) disse que será contrário ao projeto, preservando os interesses dos servidores. O deputado Ricardo Motta considerou a matéria “inoportuna”. Por fim, o deputado Getúlio Rêgo (DEM) disse que “a utilização do Fundo Previdenciário é quebra de acordo com esta Casa”.

Kelps Lima concluiu seu pronunciamento reforçando a necessidade da discussão sobre soluções para a previdência estadual. Para ele, é importante o debate do projeto para que assim seja abordado o assunto na Assembleia.

Read More...

Política

TRE-RN reprova contas da campanha de Henrique Alves

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN), reprovou as contas de campanha do ex-candidato ao governo do Estado, ex-deputado federal e atual ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves (PMDB).

Votaram pela condenação das contas o juiz federal Almiro Lemos (relator) e os juízes Alceu Cicco e Sérgio Maia. Optaram pela aprovação, com ressalvas, os juízes Herbert Motta e Gustavo Smith.

Com as contas reprovadas, o ministro fica inelegível por 8 anos. Agora, Henrique Alves vai recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que o resultado desta terça-feira (16) seja alterado e devolva os seus direitos políticos, suspensos pela reprovação das contas.

Read More...