Destaques, RN

Assembleia Legislativa do RN gastou mais de R$ 268 milhões em 2017

ALRN assembleia legislativa
Foto: Reprodução/ AL RN

Analisando a planilha de despesas da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN) no Portal da Transparência, me deparei com alguns dados interessantes: no ano de 2017, a Casa gastou pouco mais de R$ 268 milhões entre salários, auxílio alimentação, aposentadoria e vários outros pontos.

Dentre o total de despesas, a Assembleia usou R$ 31,5 milhões para cobrir custos com auxílio alimentação; pouco mais de R$ 8 milhões para quitar indenizações e restituições; R$ 2,2 milhões para locação de mão-de-obra; R$ 4,7 milhões para cobrir gastos com “outros auxílios financeiros a pessoas físicas”; R$ 11,4 milhões para “outros serviços de terceiros – pessoa jurídica”; R$ 300 mil para bancar viagens de parlamentares para vários estados e principalmente Brasília; R$ 32,5 milhões com obrigações patronais e pouco mais de R$ 169 milhões com vencimentos e vantagens – pessoal civil. Essas, são apenas as que me chamaram a atenção.

Partindo para o lado de folha de pagamento concedida aos aposentados da Casa e referente ao mês de dezembro de 2017, me deparei com o nome do atual senador e ex-deputado Garibaldi Alves Filho, que recebeu R$ 20.257,81. Lembrando que o político apoiou a reforma trabalhista e é favorável a reforma da previdência (tisc).

Outro nome forte da política potiguar e que recebeu os valores de aposentadoria no mês passado foi o do atual governador do Estado, Robinson Faria, com um total de R$ 5.064,47. Além dele, José Adécio Costa (DEM-RN) recebe uma aposentadoria de R$ 5.064,47 mais R$ 25.322,25 pelo atual mandato na Casa.

Pois bem, caro potiguar. Se quiser consultar outras informações referentes à Assembleia, consulte o Portal da Transparência clicando aqui.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.