JeromeValcke
Foto: Danilo Borges/ Portal da Copa

(ANSA) – A Fifa anunciou nesta quinta-feira (17) a suspensão por tempo indeterminado do seu secretário-geral, Jérôme Valcke, após ele ter sido acusado de liderar um esquema de ingressos na Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil.

Além disso, a entidade máxima do futebol mundial também pediu ao seu Comitê de Ética a abertura de uma investigação oficial contra o cartola francês. As denúncias contra Valcke partiram do empresário Benny Alon, que participa da comercialização de bilhetes para a Copa desde 1990.

Segundo ele, o secretário-geral teria faturado 2 milhões de euros com a venda de ingressos para o Mundial de 2014. Sua empresa, a JB Marketing, recebia as entradas do francês, as vendia com ágio de até 200% e depois repassava metade dos lucros ao parceiro. O acordo envolvia inclusive partidas da seleção brasileira e até a final do torneio. Valcke, de 54 anos, é secretário-geral da Fifa desde 2007 e alimentava a pretensão de um dia presidir a entidade.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.