Ao infinito e além: bitcoin volta a bater recorde e ultrapassa os US$ 12 mil

Criptomoeda causa temor de nova bolha econômica

Pouco mais de uma semana após ultrapassar a marca dos US$ 10 mil, a criptomoeda Bitcoin voltou a bater novos recordes de valorização nesta quarta-feira (6) e já é negociada acima dos US$ 12 mil.

De acordo com especialistas, a alta de hoje tem a ver com a liberação das autoridades dos Estados Unidos para a negociação de contratos futuros em Bitcoin. A CBOE começará a negociar esses contratos no dia 10 de dezembro, enquanto o CME Group fará as negociações em 18 de dezembro.

Atualmente, com essa série de recordes, o valor de mercado do Bitcoin já está em US$ 200 bilhões – contra “apenas” US$ 16 bilhões do início do ano.

No entanto, o mercado analisa esse avanço rápido da moeda virtual de maneira cautelosa, já que existe o temor de uma nova bolha nos mercados.

Recordes

Desta forma, o valor combinado de todas as criptografia em circulação já excederam a produção anual de economias inteiras, como Portugal e Catar.

Dado seu aumento imparável, a Revolut, uma empresa britânica especializada em transferências de dinheiro, anunciou planos para permitir que seus clientes comprem e vendam criptografia, incluindo bitcoin, ethereum e litecoin. Atualmente, a empresa está solicitando uma licença bancária que poderia tornar o primeiro banco na Europa a permitir compras desse tipo.

O crescimento vertiginoso do bitcoin nos últimos meses tem levantado um questionamento para muitos investidores: “É um momento oportuno para investir na criptomoeda?”. Pois bem, confira nossa análise clicando aqui.

Para mais novidades sobre o Bitcoin, clique aqui!

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!