Amazonas começa a transferir mais de 230 pacientes com Covid-19; RN vai receber 10
Foto: Meike Araujo/Rede Amazônica

Amazonas começa a transferir mais de 230 pacientes com Covid-19; RN vai receber 10

Os 235 pacientes de Manaus que deverão ser transferidos para hospitais de outros estados começaram a ser levados em voos da Força Aérea Brasileira (FAB) na manhã desta sexta-feira (15). O Ministério da Defesa informou que há voos programados ainda hoje para Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte e Paraíba. Hospitais de Goiás e Brasília também deverão receber os pacientes.

Nove pacientes embarcaram no primeiro voo, que partiu da Base Aérea de Manaus para Teresina, como informou o Comandante da Ala 8 da Base Aérea de Manaus (AM), Brigadeiro do Ar Luiz Guilherme da Silva Magarão. Inicialmente, 13 passageiros seriam removidos, mas quatro estavam instáveis e não puderam viajar.

“A operação aqui com os passageiros envolveu a preparação da aeronave, que é um C-99, para que ela ficasse com oxigênio disponibilizado e isso limitou a capacidade da aeronave para até 15 pacientes. A operação é delicada, por isso demorou quase uma hora para que a gente conseguisse fazer o embarque dos pacientes nessa missão”, disse.

O sistema de saúde amazonense entrou em colapso após as internações por Covid-19 no estado baterem recorde. Sobrecarregados, os hospitais ficaram sem oxigênios para pacientes. Médicos transportando cilindros nos próprios carros para levar ao hospital e familiares tentando comprar o insumo foram algumas das cenas registradas nas redes sociais nesta quinta (14).

Transferência de pacientes para outros estados

Segundo a secretaria da Saúde do Amazonas, 235 pacientes serão levados a outros 6 estados para receber atendimento médico devido ao colapso no sistema de saúde local. De acordo com o governador Wilson Lima, os lugares que devem atender pacientes amazonenses são: Goiás, Piauí, Maranhão, Brasília, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Amazonenses no RN

HUOL
Hospital Universitário Onofre Lopes (Foto: Divulgação)

A Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap-RN) informou que os pacientes ficarão internados no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), em Natal.

“Ressalta-se que, levando em consideração o alerta epidemiológico de registros de casos de uma nova variante da Covid-19 no Amazonas, a equipe de Vigilância Epidemiológica da Sesap e o Laboratório Central de Saúde Pública do RN (Lacen) se organizam para execução de ações que conduzirão o processo de sequenciamento genético das amostras dos pacientes que tiverem coletado RT-PCR no estado de origem”, diz em nota a Sesap.

Conta ainda que “as equipes irão estabelecer o fluxo em parceria com o Laboratório de Virologia da UFRN, que mantém articulação com a Fiocruz, para o sequenciamento dessas amostras e identificação da Cepa do vírus SARS-CoV-2”.

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), que administra o Hospital Universitário Onofre Lopes, informou que a unidade “estará de prontidão para receber 10 pacientes em enfermarias, na estrutura já existente no hospital, com precauções de contágio”. Reforça ainda que, “quando ocorrer a transferência dos pacientes, a governança do HUOL se disponibilizará a transmitir à imprensa detalhes da sua efetiva participação”.

Esta notícia foi interessante para você? Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: