Portal N10

Algo surreal? Especialista diz que o Bitcoin atingirá a casa dos 91 mil dólares

Porém, nem todos os especialistas compartilham do otimismo em relação ao seu futuro

Aqueles que investiram suas fortunas no Bitcoin terão mais uma oportunidade para recuperá-las, apesar da queda drástica que a criptomoeda sofreu após 17 de dezembro de 2017. Isso é previsto pela Fundstrat Global Advisors, uma consultoria do ramo de investimentos.

De acordo com a Forbes, apesar de fortes flutuações nos últimos meses e das estimativas pessimistas do bilionário Warren Buffet, o líder da Fundstrat, Tom Lee, se atreve a prever em que patamar a moeda digital estará em março de 2020. Sua estimativa não é completamente “redonda”, mas muito impressionante: 91 mil dólares por bitcoin, que nesta segunda-feira (19) está sendo negociado em US $ 8,576.

No final de fevereiro, o mesmo especialista estimou que, até meados deste ano, a criptografia mais popular do mundo aumentaria para a casa dos 20 mil dólares. Era exatamente a taxa máxima alcançada em dezembro de 2017.

Agora, a equipe de pesquisa, com sede em Nova York, presume ter rastreado as tendências de curto e longo prazos da moeda digital, incluindo os custos da mineração. Um gráfico baseado nas estatísticas de compra e venda – elaborado pela Forbes, mostra uma história de altos e baixos após o principal declínio da moeda.

A criptografia está atualmente no segundo ponto mais baixo nos últimos oito anos e, de acordo com a Forbes, ainda pode cair abaixo de US $ 1.000. No entanto, Tom Lee acredita que quanto menor o momento atual na escala, maior a probabilidade da criptomoeda aumentar em valor. Esta conclusão é suportada pelo “índice de miséria bitcoin” que ele mesmo produziu (IMC, sua sigla em inglês).

Warren Buffett, conhecido como um dos maiores investidores no mundo, previu no início de janeiro que em breve começaria uma queda geral das criptomoedas – não apenas do Bitcoin: “quase certamente” todas elas terão um fim. No entanto, o famoso investidor não pôde especificar quando acontecerá ou como.

O último declínio na importância do bitcoin, registrado em 14 de março, foi atribuído pelo site especializado CoinTelegraph a uma mudança na política de publicidade do Google. A partir de junho deste ano, a empresa não admitirá publicidade de criptografia e serviços relacionados, como ofertas iniciais, bolsas e outras ferramentas do comércio, de acordo com uma nota oficial .

You might also like

Leave A Reply

Your email address will not be published.