Aglomeração e festa clandestina nos parrachos de Pirangi
Foto: Reprodução / Instagram

Aglomeração e festa clandestina nos parrachos de Pirangi

Uma festa clandestina com uma aglomeração de pessoas sem uso de máscaras, mesmo durante a pandemia da Covid-19, foi registrada na noite desta quinta-feira (28) nos parrachos de Pirangi – Litoral Sul potiguar.

As cenas são de várias pessoas dentro da água ou em cima de lanchas, curtindo apresentações musicais. Segundo o Ibama, um evento deste tipo não poderia estar acontecendo no local, que é uma área de preservação ambiental.

Parrachos são piscinas naturais formadas pelos recifes e situadas a 1 km da praia da Praia de Pirangi. Na maré baixa as águas cristalinas proporcionam uma visão dos peixes que vivem no local.

Nos últimos dias, a Polícia Militar e as prefeituras de Parnamirim e Nísia Floresta intensificaram a fiscalização em Pirangi. As ações têm se concentrado, porém, na orla das praias de Pirangi do Norte e Pirangi do Sul e no polo gastronômico, de onde não é possível observar com clareza possíveis aglomerações na área dos parrachos (que ficam em alto mar).

Nota do Idema

A respeito dos vídeos divulgados nas redes sociais e emissoras de TVs, que mostram uma festa em ambiente marinho com aglomeração de pessoas, ocorrida na última quinta-feira (28), na área dos Parrachos de Pirangi, em Parnamirim, o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte – Idema, esclarece que por se tratar de águas jurisdicionais brasileiras, a Constituição Federal estabelece que a propriedade, bem como a fiscalização de embarcações são de responsabilidade da União. A respeito do dano ambiental provocado na área, o responsável é passível de punição, por meio da LEI Nº 9.605, DE 12 DE FEVEREIRO DE 1998, que trata sobre as condutas e atividades lesivas ao meio ambiente.

Esta notícia foi interessante para você? Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: