Destaques, Plantão Policial

Agências dos Correios são arrombadas no interior do RN

correios de pilões rn arrombada

O interior do Rio Grande do Norte voltou a ser alvo de bandidos durante a madrugada desta quarta-feira (04). Como de costume, as ações criminosas foram centradas em agências dos Correios: nas cidades de Várzea – distante 76 km de Natal, e em Pilões, distante 390 km. Na ocasião, os estabelecimentos foram arrombados e ninguém foi preso.

A primeira ação aconteceu por volta de 1h30, no município de Pilões, Alto Oeste potiguar. Cerca de 12 homens fortemente armados invadiram a cidade em uma caminhonete vermelha, um gol de cor preta e duas motos. Os criminosos atiraram contra a delegacia impedindo que o único policial de plantão saísse, e arrombaram a agência dos Correios com marretas.

Eles abriram o cofre com alavancas e tiveram acesso ao dinheiro. Em seguida, a quadrilha conseguiu fugir deixando grampos na estrada. A polícia ainda não sabe o valor levado, mas informou que o estabelecimento foi abastecido na tarde da terça-feira (3).

De acordo com as informações repassadas pela polícia, dois homens são responsáveis pelo patrulhamento da cidade com aproximadamente quatro mil habitantes. Entretanto, um dos policiais está de férias, restando apenas um em posto de trabalho.

Ação em Várzea

Já por volta das 3h, outro grupo arrombou a agência dos Correios na cidade de Várzea, Agreste potiguar. Nesta ocorrência, a Polícia foi acionada após o disparo do alarme no local, obrigando a quadrilha a fugir sem levar o dinheiro. Os homens ainda deixaram grampos na estrada dificultando a locomoção dos policiais na cidade. Um dos veículos usados na ação foi deixado na estrada pelos bandidos, e recuperado pela Polícia Militar.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.