Acidentes aéreos mataram mais de 650 pessoas em 2014

O acidente de domingo (28) com um avião da companhia AirAsia, que transportava 162 pessoas, soma-se aos três graves desastres registrados no ano de 2014 em linhas comerciais, nos quais morreram 653 pessoas, conforme balanço divulgado pela Agência Lusa.

O Airbus 320-200 da AirAsia desapareceu no Sudoeste de Bornéu, na Indonésia, quando viajava da cidade javanesa de Surabaia para Cingapura.

No dia 8 de março, desapareceu o Boeing 777-200 da Malasya Airlines, que decolou de Kuala Lumpur com destino a Pequim. No avião, estavam 239 pessoas e até hoje não foram encontrados vestígios dele. Uma semana depois, foi confirmado que o último sinal recebido do avião ocorreu sete horas após a partida, quando sobrevoava o Oceano Índico.

Em 17 de julho, morreram os 298 ocupantes do Boeing 777, também da Malasya Airlines, entre os quais 173 holandeses. A aeronave foi abatida por um míssil no Leste da Ucrânia, zona de conflito entre forças governamentais e rebeldes pró-russos.

Em 24 de julho, morreram os 116 ocupantes, inclusive seis espanhóis da tripulação, do avião MD83 da companhia espanhola Swiftair, operado pela Air Algérie. A aeronave fazia o trajeto entre Uagadugu, capital de Burkina Faso, na África, e Argel, capital argelina.

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato (contato.portaln10@gmail.com) para solicitar a matéria!