Destaques, Plantão Policial

Operação do MPRN combate fraudes na Câmara de Santana do Matos; vereador é afastado

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou nesta quinta-feira (6) a operação Marca-passo. O objetivo é combater um esquema de desvio e lavagem de dinheiro público na Câmara Municipal de Santana do Matos chefiado pelo vereador Erinaldo Florêncio Xavier da Costa e que envolve empresários da região. Erinaldo Florêncio foi afastado do

Destaques, Plantão Policial

Operação Habitaculum: MPRN apura concessões irregulares de ‘habite-se’ em Extremoz

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou nesta segunda-feira (26) a Operação Habitaculum para apurar um possível esquema de concessões irregulares de alvarás de construção, habite-se, laudos de vistoria/certidão de características e caucionamentos e descaucionamentos de lotes pela Prefeitura de Extremoz. Há suspeita de uma rede de compra e venda desses documentos

Concurso Público, Destaques

MPRN abre inquérito civil para investigar suposta irregularidade no concurso do ITEP

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) instaurou um inquérito civil para investigar suposta irregularidade no concurso público para o provimento de vagas no quadro de servidores do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), consistente na aferição, para treze candidatos, de nota superior à máxima possível em questão da prova discursiva. Segundo o promotor

Destaques, Processo Seletivo

MPRN abre processo seletivo para assessor jurídico; salário de R$ 5.068,83

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) abriu processo seletivo para o cargo de assessor jurídico ministerial no núcleo recursal do Procurador-Geral de Justiça. Os currículos devem ser encaminhados para o e-mail selecao@mprn.mp.br até o dia 20 de novembro de 2018. A carga é de 40 horas semanais e a remuneração do cargo

Destaques, RN

MPRN investiga “prova da cachaça” promovida pela Prefeitura de Rafael Fernandes

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) instaurou inquérito civil para apurar eventuais atos de improbidade administrativa cometidos pelo prefeito de Rafael Fernandes e secretários municipais em uma gincana cultural em que houve distribuição gratuita de bebidas alcoólicas em praça pública – inclusive para menores. Há suspeitas que algumas pessoas que participaram da