7 dicas para se dar bem como freelancer

outubro 7, 2020 0 Por Rafael Nicácio
7 dicas para se dar bem como freelancer

Ser freelancer é uma atividade que tem agradado muitas pessoas, principalmente pela liberdade de poder trabalhar de onde quiser e a hora que quiser, conciliando os horários com as necessidades dos clientes.

No entanto, muitas pessoas têm dificuldade de gerenciar os trabalhos freelancers para conseguir se dar bem no ramo. Isso acontece porque nem sempre é fácil ter clientes disponíveis e dispostos a pagar bem pelo seu trabalho, mas com alguns ajustes, a carreira de freelancer pode ser bem compensadora.

Pensando nisso, trouxemos algumas dicas para te ajudar a se dar bem como freelancer e construir uma operação sólida que te permita ter segurança financeira e trabalhar com mais tranquilidade.

Sem dúvidas, ser freelancer pode ajudar o profissional a ter maior qualidade de vida enquanto trabalha, mas é preciso se atentar a alguns detalhes para que isso possa acontecer. Veja quais são.

1 – Tenha múltiplas fontes de clientes

Se você quer ser um freelancer com muitos trabalhos, é necessário não se acomodar quando conseguir os primeiros clientes. O ideal é ter muitos clientes e para isso vai ser preciso que você tenha onde buscá-los.

Ter muitas fontes de clientes também pode te ajudar a selecionar melhores trabalhos e ter clientes sólidos e dispostos a valorizar o seu trabalho. Veja algumas opções para encontrar clientes de formas diferentes.

  • Plataformas de freelancer
  • Grupos de Facebook
  • Grupos de WhatsApp
  • Networking 
  • Visita aos leads
  • Amigos em comum
  • Site oficial bem rankeado no Google
  • Google Meu Negócio 

Quando você se divulga em todas essas plataformas, oferecendo seu serviço e mostrando um pouco mais do seu trabalho, tem mais chances de receber propostas vindas de todos os lados.

freelancer
Imagem de Igor Link por Pixabay

2 – Saiba vender

O freelancer precisa ser vendedor. Ele vai precisar estar o tempo todo vendendo o seu trabalho, conversando com o cliente e buscando suas necessidades, além de se conectar com pessoas para encontrar mais leads que podem se tornar clientes.

Por isso, um freelancer que sabe vender pode oferecer melhores serviços, fazer um upsell (apresentar ofertas adicionais) e conseguir melhores acordos em seus trabalhos. 

Quando um freelancer aprende a vender, ele acaba aproveitando mais cada cliente que chega. Não se sabe quando terá bons clientes e conseguir mais daqueles que gostaram do trabalho é uma forma de aumentar a renda. 

Portanto, faça cursos, assista vídeos no YouTube e procure maneiras de aprender técnicas de venda. Alguns livros também podem ser interessantes para saber mais sobre vendas, persuasão e negociação.

  • As armas da persuasão 
  • Como convencer alguém em 90 segundos
  • Rápido e devagar: duas formas de pensar
  • A Bíblia das vendas 
  • Como fazer amigos e influenciar pessoas

Esses são livros que devem aumentar sua percepção sobre o assunto para que você possa utilizar as técnicas em seus próximos acordos.

3 – Tenha portfólio e divulgue o seu trabalho

Você precisa divulgar o seu trabalho para se dar bem como freelancer. Por isso, considere comprar domínio de um site com o seu nome ou no seu nicho e construir uma plataforma onde seus leads e clientes podem encontrar informações sobre o seu trabalho.

Para comprar domínio e fazer um site você só vai precisar contratar um servidor de hospedagem e ver o melhor pacote para a sua situação. O investimento para comprar domínio é bem baixo e a hospedagem também não custa muito.

Lembrando que se você desejar comprar seu domínio recomendamos https://www.hostinger.com.br/registro-de-dominio.

Lembre-se também de criar um ambiente bem bonito, agradável e profissional. Esteja com ele sempre atualizado, postando novos conteúdos com os seus melhores trabalhos.

4 – Pratique Overdelivery

O Overdelivery é o ato de entregar mais do que foi acordado, como uma surpresa boa ao cliente. Manter os clientes satisfeitos ajuda a garantir uma boa carteira de clientes que vão voltar sempre sem que você precise correr atrás.

Por isso, sempre que possível entregue mais do que esperado e não avisa nada antes. Overdelivery não deve ser tratado como brinde e sim uma forma de mostrar que você se importa com o resultado do cliente e que o que foi a mais servirá para ajudá-lo em seu projeto.

O Overdelivery também não deve ser cobrado e pode ser feito de diversas formas, como entregar muito antes do prazo, entregar a mais, entre outras coisas. O importante é que o cliente sinta que você também está comprometido com o resultado dele.

freelancer
Imagem de Malachi Witt por Pixabay

5 – Saiba organizar seus projetos e tempo

Saber se organizar é importante para entregar todos os projetos no prazo e não se indispor com nenhum cliente. Por isso, sempre tenha em mente tudo que é preciso ser feito e estipule um prazo a mais para que cada tarefa tenha um tempo adequado.

Não tente fazer nada correndo, pois além de comprometer a qualidade do seu trabalho, ainda pode dar errado, fazendo com que você não cumpra os prazos que prometeu. Por isso, organize com calma cada tarefa e utilize algum aplicativo para te ajudar com isso.

  • Trello 
  • Wrike
  • Planilha no excel
  • Bloco de notas
  • Planner diário/mensal/semanal
  • Google Agenda ou agenda física 

Com esses aplicativos você controla seus projetos, além de poder anexar arquivos pertinentes e deixar tudo pronto para ter as informações que precisar na hora de executar a tarefa. Tudo isso vai facilitar muito o seu workflow.

6 – Esteja sempre se aprimorando 

Busque sempre estar em contato com novas técnicas e se capacite sempre que puder para entregar melhores resultados aos seus clientes. Isso é importante para que você tenha seus diferenciais no mercado de freelancer que já é bem competitivo.

Na internet você vai encontrar cursos, informações, leituras pagas e gratuitas para ter suas habilidades aprimoradas e oferecer o melhor para o seu cliente.

Sempre que puder divulgue suas atualizações de capacitação em seus perfis nas plataformas freelancer e também em seu site oficial com portfólio. Mostre suas conquistas para que as pessoas vejam que você é um profissional comprometido com o resultado do cliente.

freelancer
Imagem de Steve Buissinne por Pixabay

7 – Tenha uma reserva financeira

Ter uma reserva de dinheiro vai te dar mais tranquilidade para focar em seus trabalhos como freelancer. Como essa é uma profissão sem nenhuma estabilidade, considere guardar até 12 meses o valor das suas despesas para trabalhar com a cabeça livre de problemas.

Armazene esse dinheiro em uma aplicação de liquidez diária e que apresente bom rendimento. Boas opções de aplicações para guardar a sua reserva de emergência são CDBs de bancos, NuConta ou Tesouro Selic. Todas elas devem ter garantia para que você não perca o seu dinheiro em caso de crise financeira na instituição.

Para fazer a sua reserva de emergência, economize dinheiro no que puder e aporte um pouco todos os meses. Aproveite os meses bons para fazer aportes maiores. Quanto mais você aportar, mais cedo terá a sua reserva formada para não precisar se preocupar com entrada de dinheiro todos os meses.

Conclusão 

Organização e comprometimento são essenciais para se dar bem como freelancer. Não é porque este é um trabalho que pode ser considerado um “bico” que você vai deixar de tratar com seriedade.

Com a organização certa do seu trabalho como freelancer, é possível que ele se torne uma renda bem relevante no seu orçamento e te ajude a construir algo maior no longo prazo.

Nos conte nos comentários como você se organiza para se dar bem como freelancer. Compartilhe este post também com os seus colegas que estão com dificuldades no caminho dessa profissão.