Portal N10

3 razões pelas quais ser alto pode prejudicar sua saúde

Mas nem todas são más notícias!

A altura pode ser benéfica em muitos aspectos: aqueles que jogam basquete ou voleibol, por exemplo, terão uma vantagem sobre seus colegas de equipe; assistir um filme no cinema com uma “visão privilegiada” e até mesmo pegar o melhor ângulo do palco durante um show. No entanto, estudos mostraram que ser alto pode trazer danos em relação à saúde.

Vamos conferir?

1 – Risco elevado de coágulos sanguíneos

Um grupo de pesquisadores publicou o estudo que mostra uma ligação entre a altura e o tromboembolismo venoso (a terceira causa mais importante de ataque cardíaco e acidente vascular cerebral). Os resultados mostraram que, de um total de 2 milhões de suecos, aqueles homens com menos de 1,60 metros tinham 65% menos probabilidades de sofrer um tromboembolismo venoso do que aqueles que excediam os 1,88 metros.

A pesquisa também incluiu mulheres grávidas, uma vez que a gravidez é considerada um gatilho para este tipo de coágulo sanguíneo. As mulheres que mediram menos de 1,55 m apresentaram 69% menos probabilidades de sofrer com elas do que aquelas que mediram 1,83 m ou mais.

Aparentemente, a causa desse aumento de risco tem a ver com o fato de que as pessoas altas têm veias mais longas e, consequentemente, uma superfície maior para desenvolver esse tipo de doença. Também se estima que a pressão gravitacional, maior em pessoas altas, também pode influenciar o aumento do risco de sofrer com elas.

2 – Maiores riscos de fibrilação atrial

coração batendo

A ciência também mostrou que as mulheres que são altas e com excesso de peso são quase 3 vezes mais propensas a sofrer de fibrilação atrial (uma doença perigosa que afeta o ritmo cardíaco). Estima-se que as grandes células localizadas no coração podem interromper seus padrões elétricos normais, causar pressão extra nos pulmões e consequentemente gerar distensão no coração.

De qualquer forma, os especialistas dizem que os efeitos potenciais da altitude em relação aos riscos das doenças cardiovasculares são relativamente baixos. Na verdade, eles são muito menores do que outros tipos de fatores que podem ser controlados, como dieta, tabagismo, consumo de álcool e exercícios físicos.

3 – Aumento do risco de morte por câncer

De acordo com um estudo de 2016, o risco de câncer aumenta em 4% por cada 6,35 centímetros. A pesquisa relaciona os motivos que aumentam o risco com o excesso de consumo, que muitas vezes têm pessoas altas (particularmente o excesso de proteína animal com altos níveis de calorias).

Esse excesso pode ativar um processo de crescimento que torna as células mais vulneráveis ​​a mutações. O risco de morrer de câncer também está ligado ao tamanho dos órgãos. De acordo com Matthias del Schulze, do Instituto Alemão de Nutrição Humana, “quanto maiores os órgãos, mais risco as células têm de sofrer mutações malignas”.

Outros estudos revelam que os homens altos e obesos são mais propensos a desenvolver câncer de próstata do que aqueles de estatura média e baixa. Eles também observaram que as mulheres altas são mais propensas a ter câncer de cólon, ovário, mama e endométrio .

Mas nem todas são más notícias! Outra pesquisa estima que o excesso de refeições das pessoas mais altas, por sua vez, proporciona uma maior produção de um hormônio particular que ajuda a controlar o açúcar no sangue e os níveis de colesterol (e, consequentemente, reduzir a probabilidade de diabetes).

É claro que ainda há muitas investigações a serem feitas quanto ao vínculo entre a altura e os problemas de saúde. Lembre-se, no entanto, de que uma dieta equilibrada, uma vida sem estresse e exercício regular são, sem dúvida, fatores-chave para alcançar uma boa saúde.

You might also like

Leave A Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.