Home Notícias Mundo Vaticano cria 1º esquadrão de combate à pedofilia

Vaticano cria 1º esquadrão de combate à pedofilia

Publicidade

Vaticano cria 1º esquadrão de combate à pedofilia
Foto: Reprodução/Agência Vaticano
0
Publicidade

(ANSA) – A batalha da Igreja Católica contra a pedofilia foi reforçada nesta terça-feira (14) com a formação de 19 estudantes laicos e católicos como “Especialistas Internacionais na Proteção de Menores”.

Vindos de 15 países de quatro continentes, os alunos frequentaram o curso ministrado pelo Centro de Proteção à Crianças (CCP, na sigla em inglês) do Instituto de Psicologia da Pontifícia Universidade Gregoriana. A missão do curso? Formar especialistas no âmbito da prevenção e do combate do abuso sexual de menores.

“Vocês estão fazendo um grande esforço para prevenir e curar a praga dos abusos sexuais de crianças. Desejo que vocês tenham coragem e paciência, que sejam audaciosos e empreendedores. Estou certo que vocês encontrarão muitos sorrisos de gratidão. Rezo por vocês e peço que façam o mesmo por mim”, escreveu em carta o papa Francisco ao presidente do CCP, padre Hans Zellner.

O curso foi iniciado em fevereiro deste ano e será repetido anualmente. Durante as aulas, os estudantes adquiriram conhecimentos para reconhecer sinais de abusos sexuais, para elaborar medidas de prevenção e para saber relacionar-se com as vítimas.

Os primeiros diplomados no “Safeguarding of Minors” vem de países como o Zimbábue, a África do Sul, Malaui, Quênia, Congo, Índia, Taiwan, Bélgica, México, Peru, Estados Unidos e Itália.

“Em muitos desses países, a importância da prevenção é subestimada e, especialmente nessas nações, há a necessidade de especialistas com uma sólida formação, na Igreja e na sociedade, promovendo e potencializando a proteção dos menores”, afirmou o padre Zellner.

Já o cardeal Fernando Filoni, prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, afirmou que a “prevenção dos abusos contra menores é uma prioridade para toda a Igreja”.

“De modo especial, queremos nos empenhas nas jovens Igrejas afim de que se faça todo o possível para enfrentar este triste fenômeno nas escolas, nas universidades, nas paróquias. Por isso, a Congregação para a Evangelização dos Povos está muito feliz em apoiar os esforços de formação e acadêmicos do CCP”, ressaltou Filoni.

Quem quiser participar da turma de 2017 do curso, informa a Universidade Pontifícia, poderá se inscrever até o dia 30 de junho deste ano.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!