Home Notícias Brasil RN Plantão Policial Sinpol cobra retirada de presos e interdição da delegacia de Plantão da Zona Sul

Sinpol cobra retirada de presos e interdição da delegacia de Plantão da Zona Sul

Sinpol cobra retirada de presos e interdição da delegacia de Plantão da Zona Sul
Foto: Divulgação / Sinpol
0

O Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública do Rio Grande do Norte (Sinpol) pediu a interdição da delegacia de Plantão da Zona Sul, em Natal, e a imediata retirada dos presos da unidade. De acordo com o sindicato, a custódia de presos na delegacia tem exposto agentes e detentos a condições insalubres.

Segundo o presidente do Sinpol, Paulo César de Macedo, o sindicato já acionou a vigilância sanitária para uma inspeção nas dependências da delegacia para uma possível interdição. Além disso, o presidente também afirmou que o sindicato vai entrar com outra representação junto ao Ministério Público para o cumprimento da sentença.

Rota de fuga

A equipe da delegacia de Plantão da Zona Sul recebeu uma denúncia anônima nesta sexta-feira (08), dando conta que os presos estavam se preparando para fugir da cela. Eles estariam abrindo um buraco que daria exatamente no alojamento dos policiais civis.

Foto: Divulgação / Sinpol
Foto: Divulgação / Sinpol

“Foi solicitado reforço e imediatamente entramos em contato com a DPGRAN para relatar mais esse caso e ressaltar a necessidade urgente de se retirar aqueles presos. E a denúncia acabou sendo constatada como verídica, após os policiais civis, com apoio dos companheiros da PM, conseguirem retirar os presos da cela e fazer uma vistoria”, conta Paulo César de Macedo, presidente do SINPOL-RN.

Ele ressalta que se os presos tivessem conseguido abrir o buraco, algo muito grave poderia ter acontecido. “Os policiais civis trabalham atendendo a população e não têm que custodiar presos. O risco de fugas é constante, colocando em risco os policiais e a própria população que mora em Candelária”.

Paulo César ainda completa: “Estamos cobrando das autoridades há vários meses que essa cela seja desativada, bem como da Delegacia da Zona Norte. Já há registros de outras fugas e se a situação não for resolvida com certeza haverão outras. Além da superlotação, as condições de trabalho dos policiais estão precárias. O alojamento está com as paredes comprometidas, os arquivos estão sendo atingidos por água da chuva e a própria estrutura de atendimento à população é mínima. Ou seja, é um quadro completo de caos. Esperamos que ainda nesta sexta pelo menos parte desses presos seja retirada”.

No ano passado, inclusive, após denúncia do SINPOL-RN, a Vigilância Sanitária já havia interditado a carceragem da Plantão Zona Sul, mas depois o prédio voltou a receber presos e a situação piorou.

Rafael Nicácio Editor e repórter do Portal N10. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do RN) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN).
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!