Home Notícias Brasil RN Natal Segurança Pública realiza operação especial para manifestação de domingo

Segurança Pública realiza operação especial para manifestação de domingo

Publicidade

Segurança Pública realiza operação especial para manifestação de domingo
Manisfestantes lotaram a Avenida Hermes da Fonseca, em Natal, no dia 15 de março de 2015
0
Publicidade

O plano de segurança para manifestação popular prevista para ocorrer neste domingo (13), a partir das 15h, na Praça Cívica, em Natal, foi discutido nesta manhã (11), no Gabinete de Gestão Integrada Estadual (GGI-E), no Centro Integrado de Operação de Segurança Pública (Ciosp), em Natal. A reunião contou com a presença de representantes da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Itep), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal, Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Cosern e da Prefeitura de Natal (Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Civil, Guarda Municipal e Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito Urbano).

O GGI-E será ativado durante todo o dia visando facilitar a comunicação entre os órgãos envolvidos na operação, além disso, um grande aparato de segurana, semelhante ao ocorrido nas manifestações de 2015, será implantado nesta ação visando garantir à ordem pública e um protesto pacífico. Um efetivo de cerca de 500 profissionais extras, entre agentes de segurança pública, trânsito e da Companhia Energética do RN, está sendo disponibilizado pelos governos Federal, Estadual e Municipal especialmente para o evento. A previsão inicial é de que 20 mil pessoas participem da manifestação, apesar do GGI-E está preparado para um público maior.

Não estão previstos deslocamentos na cidade durante a manifestarão, o que garante mais segurança ao público presente e evita transtornos aos serviços de transporte públicos que circulam na área.

A Polícia Civil atuará com uma Delegacia Móvel completa, que funcionará nas proximidades do Colégio Atheneu, com delegados, agentes e escrivães. Além disso, equipes extras da Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deicor) e profissionais velados do serviço de inteligência estarão circulando no evento. O funcionamento das delegacias de plantão Zona Norte e Sul ocorrerá normalmente. Ao todo, a Polícia Civil contará com 30 policiais envolvidos na operação.

A Polícia Militar e os Bombeiros contarão com diversas unidades operacionais distribuídas em pontos estratégicos do percurso. Somente a PM estará com um efetivo extra de 359 policiais, sendo deste total, 54 do Comando de Policia Rodoviária Estadual (CPRE) e os demais do Comando de Policiamento Metropolitano. Barreiras policiais serão montadas no perímetro da Praça Cívica, que envolve as avenidas Afonso Pena e Deodoro e as ruas Mipibú e Seridó, onde ocorrerão abordagens a veículos e pessoas em atitude suspeita. Já os bombeiros atuarão com cerca de 20 militares especializados no atendimento pré-hospitalar e combate a incêndio. Além disso, toda a tropa se manterá de sobreaviso para qualquer necessidade de acionamento imediato.

O Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (CIOSP) irá disponibilizar uma Plataforma de Observação Elevada (POE) que estará transmitindo imagens em tempo real para o Centro de Comando e Controle Móvel onde estarão os comandantes das unidades operacionais. O Itep terá um reforço nas áreas de identificação criminal, médico legista e perícias.

A PRF manterá, por cautela, uma equipe de prontidão na BR 101 e reforçará as barreiras de São José de Mipibú, Macaíba e São Gonçalo. A STTU ficará responsável pelo desvio dos fluxos de trânsito, principalmente relacionados ao itinerário dos ônibus que trafegam naquela área.

Publicidade

Rafael Nicácio Editor e repórter do Portal N10. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do RN) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN).
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!