Home Notícias Saúde Dicas de Saúde Saiba como adoçar alimentos de forma mais saudável

Saiba como adoçar alimentos de forma mais saudável

Publicidade

Saiba como adoçar alimentos de forma mais saudável
Foto: Reprodução
0
Publicidade

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o limite máximo de açúcar diário para uma pessoa adulta é de 20g, ou seja, oito colheres daquelas pequenas de chá. Mais do que isso e você estaria deixando seu corpo mais propício a doenças como diabetes, hipertensão, cárie e até mesmo câncer.

Para a nutricionista do Hapvida Saúde, Maria Cristina Câmara, além de estar atento ao consumo indireto de açúcar (o que ingerimos nos alimentos), é preciso também estar atento ao tipo que pode não ser o mais ideal. “Quanto mais refinado, quanto mais branco, mais processado é o açúcar. O resultado disso é que o refinamento acaba por tirar a maioria dos nutrientes do produto, como cálcio, magnésio, fósforo, potássio, deixando-o mais pobre”, afirma Maria.

A regra é: quanto mais escuro, mais nutriente ele possui. Por isso, muitas vezes opções como o açúcar demerara ou mesmo o mascavo seriam os mais saudáveis para o consumo. A nutricionista explica, por exemplo, que o demerara passa por um processo de refinamento mais leve que os refinados ou cristais, preservando assim muitos dos nutrientes originais. Já o mascavo não passa por nenhum tipo de processo na extração nem possui aditivos, preservando todos os nutrientes originais. “Outra opção de açúcar é o de coco, que além de preservar os nutrientes, possui antioxidantes, que protegem nossas células de danos”, afirma a nutricionista.

No entanto, a especialista lembra que não importa o tipo de açúcar, desde o mais industrializado ao menos refinado, todos possuem a mesma caloria. “Ser mais saudável não quer dizer que ele tenha menos calorias, significa que ele possui mais nutrientes”, reforça.

Dicas – A nutricionista lembra que reduzir o açúcar é evitar níveis altos de glicemia e picos de insulina. O ganho de peso está também associado ao consumo. Com o excesso de gordura corporal podem vir as comorbidades, como: resistência à insulina, diabetes, pressão alta, doenças cardíacas, colesterol e triglicérides elevados. “Reduzindo o açúcar, você previne essas patologias e tem maior facilidade na perda e manutenção do peso”, explica Maria.

A especialista recomenda ir reduzindo aos poucos a quantidade adicionada no alimento até chegar no momento que o próprio paladar já estará acostumado com o sabor menos doce e mais natural do alimento como o demerara, o mascavo ou de coco.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!