Home Notícias Variedades Curiosidades Saiba alguns dados curiosos sobre invenções

Saiba alguns dados curiosos sobre invenções

Publicidade

Saiba alguns dados curiosos sobre invenções
0
Publicidade

Uma das primeiras grandes invenções da humanidade foi a roda, surgida provavelmente em 3 500 antes de Cristo.

O automóvel foi inventado na Alemanha em 1 885, por Otto Benz. Mas, acredite, antes dele já existiam semáforos nos Estados Unidos. O primeiro de que se tem notícias apareceu na cidade de Boston em 1 840.

Um dos maiores inventores de todos os tempos foi Leonardo Da Vinci. O italiano Da Vinci idealizou inventos que só se tornariam realidade séculos depois como o helicóptero, o tanque de guerra e o paraquedas.

Outro grande inventor foi o norte-americano Thomas Alva Edison. Entre os seus inventos estão o gramofone (avô dos atuais aparelhos de som) e a lâmpada elétrica. Ao longo da vida, Edison patenteou mais de mil invenções.

O norte-americano naturalizado (detalhe: ele nasceu na Escócia) Alexander Graham Bell ficou conhecido como o inventor do telefone. Mas, nos Estados Unidos, Bell é também conhecido como fundador da companhia telefônica Bell e um dos fundadores da prestigiada National Geographic Society.

O inventor da dinamite foi o sueco Alfred Nobel, o mesmo homem que criou o prestigiado prêmio Nobel. Para quem não sabe, o Nobel premia anualmente os homens que se destacaram em campos como economia, física, química, medicina, literatura e paz.

O senso comum argumenta que o inventor da imprensa foi o alemão Gutemberg. Muitos historiadores, porém, contestam essa versão. Segundo eles, os chineses já usavam técnicas de impressão cerca de 700 anos antes de Gutemberg. Eles costumavam imprimir calendários, livros sagrados e poesias.

Por falar em China, existem mais de 130 inventos que vieram de lá: a bússola, a tinta nanquim, o papel, a escova de dentes, o sismógrafo, o papel-moeda, a porcelana…

O primeiro voo de Santos Dumont, a bordo do 14-Bis durou apenas 21 segundos e ele voou somente 3 metros de altura, percorrendo uma distância de 60 metros. Aliás, você sabia que Dumont foi o criador do relógio de pulso?

O primeiro satélite artificial foi o Sputnik, lançado por cientistas russos em 1 957. Detalhe: na época, a Rússia fazia parte da União Soviética.

A ideia de montar uma rede de computadores foi desenvolvida por cientistas norte-americanos com objetivos militares na época da Guerra Fria. Chamada de arpanet, ela possibilitou o surgimento da internet.

Produtos criados para fins militares e que foram adaptados para o nosso dia-a-dia: forno de micro-ondas, panela de Teflon, computador, margarina, leite condensado e, acredite se quiser, chocolates M&M’s.

O primeiro computador totalmente eletrônico surgiu em 1 946. Ele fazia 5 mil cálculos por segundo e pesava 30 toneladas.

O primeiro vídeo game surgiu nos Estados Unidos em 1 972. Chamado de Odissey, ele fez um sucesso estrondoso entre a garotada do início dos anos 80.

Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi lançada em 1 958 com o nome da filha do casal norte-americano Ruth e Ellit Handler, donos da fabricante de brinquedos Mattel.

As calças do tipo bermuda receberam esse nome por que foram criados nas ilhas Bermudas, no Caribe.

A calça jeans foi inventada pelo imigrante Levy Strauss em 1 873 para atender os garimpeiros do estado norte-americano da Califórnia. Ela foi idealizada com a intenção de fornecer uma calça com tecido resistente e que tivesse muitos bolsos para os garimpeiros guardarem suas ferramentas.

A Coca-Cola foi criada pelo farmacêutico norte-americano John Styth Pemberton, no ano de 1 886. A fórmula original incluía folhas de coca, extrato de noz-de-cola, caramelo e água carbonatada (água com gás). O detalhe é que o xarope era misturado à água na hora de servir.

O primeiro anticoncepcional oral foi sintetizado em 1 951 pelo químico mexicano Luis E. Miramontes.

A penicilina foi descoberta pelo cientistas britânico Alexander Fleming, em 1 928. Fleming percebeu que uma colônica de bactérias em seu laboratório havia sido invadida pelo bolor e que, aor redor dele, todas as bactérias haviam desaparecido.

O inventor da máquina de escrever foi o padre brasileiro José Francisco de Azevedo. A patente, porém, foi registrada pelo norte-americano Christopher Sholes.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!