Rússia diz ter atingido 50 bases estratégicas do EI

(ANSA) – A aviação militar russa realizou 60 ataques na Síria neste sábado (03) e atingiu mais de 50 bases estratégicas do grupo terrorista Estado Islâmico (EI, ex-Isis), informou o vice-secretário de Estado, Andrei Kartapolov. O governo russo anunciou ainda que intensificará suas ações no território sírio e reiterou que está disposto a se unir com outros “países interessados” – em uma clara referência aos Estados Unidos e a coalizão internacional. Segundo dados de Kartapolov, mais de 600 militantes do EI fugiram de seus postos de comando e “diversos mercenários” começaram a desertar e estão a caminho da Europa.

O Observatório Nacional para os Direitos Humanos (Ondus) informou que, ao menos, 39 civis morreram nos ataques russos na Síria nos últimos quatro dias e outros 14 jihadistas também faleceram. Dos extremistas mortos, 12 faziam parte do EI e dois do Frente Al-Nusra – o braço da Al-Qaeda na Síria.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!