Home Notícias Brasil RN Robinson Faria reconhece insegurança e anuncia que vai fazer mudanças

Robinson Faria reconhece insegurança e anuncia que vai fazer mudanças

Robinson Faria reconhece insegurança e anuncia que vai fazer mudanças
Foto: Assessoria/Governo do RN
0

Durante entrevista concedida nesta quinta (21) para o RNTV 1ª edição, que foi conduzida pelos jornalistas Emmily Virgílio e Marksuel Figueredo, o governador Robinson Faria anunciou medidas que serão tomadas pelo Governo do RN na área de Segurança Pública e as ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti.

O governador falou sobre sua indignação com os acontecimentos recentes relacionados à segurança, como as fugas no Sistema Penitenciário do Estado e os casos de violência. “Estou me sentindo ultrajado e desafiado com os últimos acontecimentos na Segurança Pública do Estado, o que me faz tomar medidas urgentes de adequação”.

Sobre o crescente número de fugas no Sistema Prisional, o governador informou que vai abrir uma sindicância para investigar se há envolvimento de servidores. Robinson Faria disse que o Governo está fazendo tudo que está ao alcance para melhorar a Segurança Pública do Estado e que vai convidar a Polícia Federal e o Ministério da Justiça para auxiliarem o Estado nessas questões.

Para o Sistema Penitenciário do Rio Grande do Norte, o governador disse que nos próximos dias 200 agentes penitenciários serão contratados para reforçar o efetivo e 90 agentes penitenciários de todo o país virão ao estado para auxiliar no combate à crise no sistema prisional.

Robinson destacou que em vinte anos o maior investimento em Segurança Pública no Rio Grande do Norte foi feito pela atual gestão, como a promoção de 3.300 policiais, as diárias operacionais que estão sendo pagas, a implantação do Ronda Cidadã em duas áreas de Natal e a realização do concurso público para a Polícia Militar, a Polícia Civil e o Itep.

Questionado pelos jornalistas se poderia haver mudanças na equipe de segurança do Governo, Robinson respondeu que sim.

Já sobre a Saúde Pública do Estado, o governador foi questionado sobre o surto da microcefalia. Robinson Faria falou que esse é um momento delicado e ressaltou que a luta contra o mosquito Aedes aegypti requer o protagonismo e o comprometimento de todos: imprensa; população; municípios; agentes de saúde; e igrejas. “O Governo do RN está fazendo a sua parte realizando campanhas de mobilização com equipes nas ruas e realizando parcerias que ajudarão no combate ao mosquito”, disse Robinson Faria.

O governador falou, ainda, sobre a campanha “Dia D de Combate ao Mosquito Aedes aegypti”, que será realizada no próximo sábado (23), no Planalto. A mobilização, que deve contar com cerca de 450 pessoas e pretende atingir 6 mil casas, tem o objetivo de conscientizar a população sobre os perigos que o mosquito oferece e as formas de combatê-lo. A ação contará com o apoio de servidores do Estado e será realizada em parceria com voluntários da Cruz Vermelha, Escoteiros, Forças Armadas, Jipeiros, Polícia Militar, Bombeiros e Igrejas.

“Vamos realizar esse Dia D para que sirva de exemplo para que a sociedade acorde e não ache que só vai acontecer na casa dos outros. A população pode denunciar se souber de algum local com focos do mosquito através do telefone 199”, afirmou o governador.

Rafael Nicácio Editor e repórter do Portal N10. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do RN) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN).
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!