Home Notícias Brasil RN RN registra recorde de turistas; Governo negocia instalação de voo internacional e regional no Estado

RN registra recorde de turistas; Governo negocia instalação de voo internacional e regional no Estado

Publicidade

RN registra recorde de turistas; Governo negocia instalação de voo internacional e regional no Estado
Aeroporto Internacional Governador Aluísio Alves. Foto: Reprodução
0
Publicidade

Um dos pólos turísticos mais importantes do Brasil, o Rio Grande do Norte teve um aumento recorde de turistas que desembarcaram em janeiro no Aeroporto Internacional Governador Aluísio Alves, em São Gonçalo do Amarante. De acordo com a assessoria de imprensa do Governo do Estado, 307 mil novos turistas desembarcaram em terras potiguares, um aumento de 20,8% se comparado aos números do mesmo período em 2014. A notícia foi dada ao Governador Robinson Faria pelo próprio presidente da Inframérica Aeroportos (do consórcio responsável pelo Aeroporto Internacional de São Gonçalo), Alysson Paolinelli, que o recebeu na manhã desta quinta-feira, 5, em São Paulo. “Esse aumento mostra a credibilidade do que está sendo construído no Rio Grande do Norte pelo Governador Robinson Faria. Considero um reflexo do novo Governo”, disse Paolinelli. “Estamos muito otimistas. Recebi a garantia do incremento do turismo por parte dos empresários com quem estamos falando, porque há um retorno à credibilidade no Governo do Estado e de que vamos fazer a nossa parte. E, em se tratando do desenvolvimento do Estado, temos interesses em comum. A melhoria no turismo é boa para o trade e é bom para a economia como um todo”, refletiu o chefe do Executivo.

Os desdobramentos das reuniões entre o Governador Robinson Faria e o secretário de Estado do Turismo, Ruy Gaspar, com os presidentes e representantes das companhias aéreas e operadoras de viagem, em São Paulo, vão render bons frutos para o turismo do Rio Grande do Norte. As negociações apontam para a instalação de um voo Mossoró/Recife, que deverá ser operado pela Azul Linhas Aéreas, e a instalação de um voo internacional Natal/Bogotá (Colômbia), cujo interesse é da Avianca. “Posso assegurar que as perspectivas foram superadas. Encontramos uma abertura e sensibilidade por parte dos presidentes de todas as companhias. E o próximo passo será consolidar essas conversas em ações. Nossa meta para o ano é aumentar os percentuais de ocupação dos nossos 42 mil leitos destinados ao turismo que, ano passado, só tiveram 50% de sua capacidade ocupada”, disse o Governador Robinson Faria.

Governador Robinson Faria durante reunião com representantes das companhias aéreas do Brasil que operam no RN. Foto: Ivanízio Ramos
Governador Robinson Faria durante reunião com representantes das companhias aéreas do Brasil que operam no RN. Foto: Ivanízio Ramos

O secretário de Turismo, Ruy Gaspar, endossa as palavras do Governador, afirmando que nunca havia visto um chefe de Estado tão preocupado com o turismo como Robinson Faria. “Essas companhias aéreas já haviam procurado, em outras gestões, diálogos com o Governo. Dessa vez, cumprimos com o dever de casa e as procuramos primeiro. As medidas do Governo, que incluem a assinatura do Decreto que diminuirá da alíquota do ICMS de querosene de aviação (qav), marcada para o dia 26 de fevereiro, terá a presença confirmada de representantes de todas essas empresas com quem conversamos, será um dos passos que daremos rumo ao crescimento turístico”, comemorou o titular da pasta do Turismo.

Voo internacional Natal/Bogotá

 

Nessa sexta, 6, ocorreram mais duas reuniões. Com a Avianca, o Governador Robinson Faria negociou a possibilidade de ser instalado um voo internacional que ligará Natal a Bogotá (Colômbia). “A Colômbia, Peru e Chile, são os países que têm maior crescimento na América Latina e do Sul e tem um mercado consumidor muito grande. Seria bom para ambos os lados. Além disso, o turista potiguar teria uma outra opção de rota  para chegar à América Latina e América Central, ou seja uma conexão mais rápida com os EUA, já que atualmente só se consegue fazer isso indo para São Paulo”, explicou Ruy Gaspar.

Voo Mossoró/Recife

 

Com a Azul, a equipe foi recebida pelo diretor de Planejamento da Azul Linhas Aéreas e Azul Viagens, Marcelo Bento Ribeiro que, após as conversas com o Governo, decidiu enviar uma equipe técnica para fazer um estudo de viabilidade de implantação de um voo Mossoró/Recife. “Para que isso aconteça, precisarão ser feitos alguns ajustes, dentre eles a reestruturação do Aeroporto de Mossoró, que necessita de aprovação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A Inframérica Aeroportos, que nos recebeu ontem e desde então decidiu nos acompanhar nas reuniões com as demais empresas, se prontificou a nos ajudar também nessa parte dos ajustes do Aeroporto de Mossoró, que é de responsabilidade do Governo do Estado”, adiantou Robinson Faria, acrescentando também que a Azul tem interesse de implantar esse voo o mais rápido possível, dentro de seu planejamento de investir na regionalização dos seus voos.

O Governador Robinson Faria e o secretário de Turismo, Ruy Gaspar, foram recebidos, em sua grande maioria, pelos próprios presidentes das companhias aéreas e operadores de viagens. Dentre eles, Cláudia Sender, da TAM; Sylvio Ferraz, da TAM Viagens e o presidente da Gol, Paulo Sérgio Kakinoff.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!