Home Notícias Brasil RN RN deve alcançar a marca histórica dos 3GW de potência eólica instalada

RN deve alcançar a marca histórica dos 3GW de potência eólica instalada

RN deve alcançar a marca histórica dos 3GW de potência eólica instalada
Foto: APABV-RN
0

Atualmente, das 106 usinas em funcionamento em todo o RN, 63 estão localizadas no Mato Grande, que engloba os municípios de João Câmara, Parazinho, São Miguel do Gostoso, Jandaíra, Pedra Grande e Rio do Fogo. Toda essa região concentra 60% de todos os parques eólicos do Rio Grande do Norte.

Segundo dados do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE), dos 2,9 GW de potência instalada no RN, cerca de 1,63 GW (56%) estão concentrados no Mato Grande.

Para o Diretor Setorial de Engenharia e Infraestrutura Elétrica do CERNE, Milton Pinto, os números destacam a relevância da região como pólo da indústria dos ventos no Brasil. “A potência eólica total dos municípios inseridos no Mato Grande supera o de estados brasileiros inteiros como o Rio Grande do Sul e Ceará, situados na terceira e quarta posição no ranking nacional, respectivamente”, afirma.

+ Grupo chinês instalará fábrica de placas solares no RN

Parazinho e João Câmara – Os campeões

O RN ultrapassou a barreira de 1500 turbinas eólicas em funcionamento no último dia 26 de julho. Desse total de turbinas, 645 estão instaladas nos municípios de Parazinho e João Câmara, que respondem sozinhos por 1,25 GW da geração eólica. O recorde foi anunciado pelo CERNE por meio de um levantamento elaborado pela equipe de analistas do setor.

Conquista dos 3GW

Até o mês de Setembro, o RN deve alcançar a marca histórica dos 3GW de potência eólica instalada. De acordo com Milton Pinto, atualmente existem 5 parques eólicos operando em fase de testes e distribuídos nos municípios de São Miguel do Gostoso e Serra do Mel. Se somarmos todos eles,  são mais de 100 MW em potência instalada.

Milton explica ainda que para atingir os 3 GW, falta os 5 parques iniciarem os trabalhos oficialmente, sendo eles: Vila Pará I, Vila Pará II, Vila Amazonas, Ventos de São Benedito e Ventos de São Domingos.

Por fim, Milton Pinto afirmou que é possível que o RN alcance os 3 GW antes do Brasil alcançar os 10 GW. Isso pode ocorrer provavelmente em setembro ou na melhor das hipóteses, ainda em agosto de 2016.

Rafael Nicácio Editor e repórter do Portal N10. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do RN) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN).
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!