Rio Grande do Norte recebe proposta do COB para sediar Jogos Escolares da Juventude

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) quer que o Rio Grande do Norte seja a sede dos Jogos Escolares da Juventude, em sua etapa nacional, na faixa etária entre 12 e 14 anos, em setembro. A proposta foi apresentada ao Governador Robinson Faria, na manhã desta segunda-feira (2) pelo gerente-geral da Juventude e Infraestrutura do COB, Edgar Hubner, que contou com o apoio do secretário de Estado do Esporte e Lazer (SEEL), George Câmara, o adjunto daquela pasta, Canindé de França, e equipe da SEEL. Antes da audiência com o Governador, o COB já tem se reunido com a equipe da SEEL, para as negociações e viabilidade do evento em Natal.

Durante a apresentação, Hubner lembrou que os Jogos Escolares da Juventude do Brasil já foram sediados no Estado em 2013. E demonstrou seu interesse em estabelecer novamente a parceria com o Governo do Estado, que teria de entrar com alguns encargos financeiros para a realização do evento. Segundo informou, em todo o Brasil, são algo em torno de 23 milhões de alunos envolvidos. Para o Estado, virão uma média de quatro mil alunos, que disputarão em 13 modalidades esportivas; os quais, pela idade entre 12 e 14 anos, geralmente, vêm acompanhados dos pais, o que geraria uma ocupação da rede hoteleira de mais de 25 mil pessoas, já contando com a equipe de mais de mil pessoas do COB.

“Não é um projeto apenas da Secretaria de Esportes, envolve outras Secretarias como Educação, Saúde e Cultura, dentre outras. É um projeto de Governo”, enfatizou Hubner.

Durante a apresentação, o Governador se mostrou bastante interessado, sobretudo por se tratar de um evento que envolve várias frentes, como esporte e turismo. “É nosso desejo sediar os Jogos da Juventude no Estado. Mas precisaremos fazer uma reunião interna para avaliarmos a questão financeira”, afirmou o Governador, que pediu um prazo de até dez dias para dar uma resposta definitiva ao gerente-geral da Juventude e Infraestrutura do COB.

Os Jogos Escolares da Juventude do COB envolvem os 27 Estados da federação. Primeiro são feitos os jogos em cada Estado e a etapa nacional ocorrerá em setembro, entre os dias 4 e 15. “Estamos vendo toda as possibilidades para sediarmos esse mega-evento. Uma boa notícia é que, frente às dificuldades financeiras de vários estados e também o fato de ser início de governo em grande parte do Brasil, o COB tem se disposto a arcar com mais despesas nesse tipo de evento esportivo esse ano. Sendo assim, estamos confiantes de que conseguiremos negociar e reduzir custos para o Estado”, disse George Câmara.

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!