Home Notícias Economia Rebaixamento do grau de investimento no País repercute entre deputados

Rebaixamento do grau de investimento no País repercute entre deputados

Publicidade

Rebaixamento do grau de investimento no País repercute entre deputados
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
0
Publicidade

A notícia de que o Brasil perdeu o grau de investimento na classificação de crédito da Standard and Poor’s (S&P – agência internacional de classificação de risco) repercutiu entre os parlamentares.

Enquanto a oposição aproveitou para criticar ainda mais a política econômica, governistas minimizaram a notícia. A nota do País foi rebaixada de grau de investimento (“BBB-“) para uma categoria especulativa (“BB+”), com perspectiva negativa.

O deputado Betinho Gomes (PSDB-PE) disse que a notícia deixa o povo ainda mais apreensivo sobre a situação econômica do País. “Esse é mais um resultado da incompetência do governo federal, que nos coloca num descaminho”, afirmou.

Credibilidade da nota

Já o vice-líder do PT, deputado Ságuas Moraes (MT), afirmou que a agência de classificação de risco errou na avaliação dos papéis imobiliários dos Estados Unidos responsáveis pela crise norte-americana de 2008.

O líder da Minoria, deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), no entanto, disse que o governo não pode questionar a credibilidade da nota. Segundo ele, quando o Brasil chegou ao seu melhor grau de investimento, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que o País tinha se tornado sério e respeitado. “E o que é o Brasil hoje? Um país não sério? Não respeitado pelo mundo? É uma pena que o brasileiro vai pagar essa conta”, disse.

Para o deputado Heráclito Fortes (PSB-PI), a notícia é resultado da política desenvolvida há anos. “Tudo isso é consequência de uma política desastrada de 12 anos — não são 12 dias”, criticou.

O impacto negativo da notícia foi minimizado pelo líder do governo, deputado José Guimarães (PT-CE). “Mesmo com esse rebaixamento, ainda é maior que no início do governo Lula e nos anos em que os tucanos estiveram no Poder. Vamos encarar isso com naturalidade”, disse. Segundo ele, a nota pode ser revertida com o ajuste fiscal.

As informações são da Agência Câmara Notícias

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!