Home Notícias Saúde Dicas de Saúde Próstata: 5 informações que todo homem com mais de 45 anos deve saber

Próstata: 5 informações que todo homem com mais de 45 anos deve saber

Publicidade

Próstata: 5 informações que todo homem com mais de 45 anos deve saber
Foto: Reprodução / Farma Supply
0
Publicidade

Com o decorrer do tempo, o homem deve ficar atento com a sua saúde. O que pouca gente sabe é que – por volta dos 45 anos – a próstata aumenta de tamanho naturalmente, sem necessariamente se tornar um tumor maligno. Conhecido como hiperplasia benigna da próstata (HBP), a condição atinge cerca de 14 milhões de brasileiros, segundo dados da Sociedade Brasileira de Urologia, e não está relacionado ao câncer de próstata.

Segundo o urologista Anuar Mitre, Membro do Núcleo Avançado de Urologia do Hospital Sírio-Libanês, diferente do câncer, a HBP está relacionada ao inchaço da glândula que obstrui parcial ou totalmente a uretra, manifestando alguns sintomas que merecem atenção e muitas vezes passam despercebidos na rotina dos homens, como jato urinário fraco, gotejamento e sensação de esvaziamento incompleto da bexiga.

Para auxiliar no cuidado com a saúde masculina, o especialista listou 5 curiosidades sobre a próstata que todo homem com mais de 45 anos deve saber:

1-) A chance do homem apresentar hiperplasia benigna dobra a cada década

A HBP é a doença mais comum da próstata e prejudica a qualidade de vida do homem, afetando sua rotina e vida sexual. A partir dos 50 anos, a condição torna-se bastante comum.

2-) Alguns fatores favorecem o crescimento da próstata

Fatores genéticos, diabetes, obesidade e tabagismo estão entre os fatores de risco. Ter uma vida saudável, com alimentação equilibrada, podem ajudar a diminuir as chances de apresentar a condição.

3-) A HBP não evolui para o câncer de próstata

De acordo com o especialista, o crescimento da próstata não evolui para o câncer de próstata. Porém, é preciso ficar atento aos sintomas para começar o tratamento.

A doença começa silenciosa, aumentando aos poucos a frequência de urinar. Com o tempo, pode causar dor e a sensação de que a bexiga nunca se esvazia.

4-) Já existe no Brasil procedimento minimamente invasivo para tratar a doença

Casos mais leves são tratados com medicamento, porém, mais de 30% dos pacientes precisam de cirurgia para reduzir o tamanho da glândula.

O tratamento mais avançado no Brasil atualmente é a cirurgia a laser, não invasiva, sem limite para o volume de próstata. A tecnologia conhecida como GreenLight é mais rápida, evita sangramentos e não oferece risco para pacientes cardíacos. Além disso, o tratamento de vaporização da próstata por meio do laser reduz o tempo de internação e recuperação – o paciente só precisar ficar internado por cerca de 24 horas.

5-) Após os 40 anos já é indicado avaliação de rotina

Apesar do alerta para a realização do exame de prevenção, quase 50% dos brasileiros nunca foram ao urologista. Para prevenir o surgimento dos sintomas, após os 40 anos de idade, já é indicado ir ao médico regularmente. Além do histórico do paciente, devem ser realizados exame físico geral, urológico completo e exames laboratoriais.

Publicidade

Rafael Nicácio Editor e repórter do Portal N10. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do RN) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN).
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!