Promotoria de Madri abre outra vez processo contra Neymar

(ANSA) – A Promotoria de Madri, na Espanha, reabriu nesta sexta-feira (7), mais uma vez, o processo contra o jogador Neymar, seu pai, o Santos e o Barcelona por supostas irregularidades cometidas na sua contratação. O caso, aberto devido a uma denúncia do fundo de investimento brasileiro DIS, tinha sido arquivado em outubro pelo juiz José de la Mata. No entanto, no fim do mês passado, o Tribunal Nacional de Justiça da Espanha solicitou a reabertura do caso à Promotoria.

O jogador, seu pai, que também se chama Neymar, o então presidente do clube catalão, Sandro Rossel, e o Santos (time que vendeu o atacante) são réus pelos crimes de corrupção e evasão fiscal. O promotor José Perals, que entrou com o recurso para a reabertura do caso, disse que houve corrupção na compra de Neymar.

O Barcelona já havia feito um acordo com a Promotoria, admitindo ter cometido dois crimes fiscais durante a contratação de Neymar, nos exercícios de 2011 e 2013, e se comprometendo a pagar multa de 5,5 milhões de euros.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!